Análise de textos de divulgação científica sobre genética inseridos em livros didáticos de biologia

Autores

  • Bruna Sarpa Miceli Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET/RJ)
  • Marcelo Borges Rocha Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET/RJ)

DOI:

https://doi.org/10.5007/1982-5153.2019v12n2p121

Palavras-chave:

Divulgação científica, Genética, Livros didáticos, Reelaboração discursiva, Linguagem

Resumo

Este artigo apresenta a relação da divulgação científica (DC) juntamente com a genética e os livros didáticos (LDs). Foi questionado que alterações ocorrem nos textos de DC quando estes são inseridos nos LDs de Biologia e que implicações essas alterações podem provocar no entendimento sobre ciência. O objetivo desta pesquisa é analisar as possíveis modificações realizadas no LD em relação às suas fontes originais. Uma coleção de LD de Biologia do Ensino Médio foi selecionada e sete textos foram analisados de acordo com as categorias de reelaboração discursiva, natureza da ciência, linguagem e grau de hibridez dos textos do LD. Os resultados indicaram que a exclusão foi o elemento mais frequente durante a reelaboração discursiva, apesar dos textos contribuírem para uma visão de natureza da ciência e apresentarem recursos linguísticos que facilitam a compreensão do leitor representando recursos importantes para serem utilizados no ensino.

Biografia do Autor

Bruna Sarpa Miceli, Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET/RJ)

Iniciou mestrado em Ciência, Tecnologia e Educação no CEFET-RJ em maio de 2017. É especialista em Ensino de Ciências na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Graduada em Ciências Biológicas (licenciatura) na Universidade Veiga de Almeida no ano de 2015.

Marcelo Borges Rocha, Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET/RJ)

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2000), Mestrado em Educação em Ciências e Saúde - Núcleo de Tecnologia Educacional para a Saúde pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2003) e Doutorado em Ciências Biológicas (Zoologia) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2011). Possui Pós-doutorado em Administração Pública pela EBAPE na Fundação Getúlio Vargas.Atuou como Professor Assistente do Centro Universitário Augusto Motta e da Universidade Estácio de Sá. Tem experiência na área de Educação, Biologia Marinha e Zoologia, atuando principalmente nos seguintes temas: divulgação científica, taxonomia, biologia marinha e biologia molecular. Leciona disciplinas relacionadas à Bioquímica,Biologia Marinha, Pesquisa e Prática na área de Biologia, Ecologia e Microbiologia. Atualmente atuo como professor no Ensino Superior e no Programa de Pós Graduação em Ciência, Tecnologia e Educação do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET/RJ). Além disso, sou chefe da Divisão de Editoração, responsável pela Revista Tecnologia e Cultura e coordeno o Laboratório de Divulgação Cientifica e Ensino de Ciências (LABDEC). Atuo como avaliador junto ao INEP/MEC para credenciamento e recredenciamento de cursos superiores no Brasil.

 

Referências

BARDIN, L. Análise de conteúdo. 3ª ed. Lisboa: Edições 70, 1977.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais : Ciências Naturais / Secretaria de Educação Fundamental.Brasília : MEC / SEF, p.19-122, 1998.

BRASIL. Ministério da Educação. PNLD 2018: guia de livros didáticos – ensino médio / Ministério da Educação – Secretária de Educação Básica – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Brasília, DF: 2017. Disponível em: http://www.fnde.gov.br/pnld-2018/.

BUENO, W. C. Comunicação Científica e Divulgação Científica: aproximações e rupturas conceituais. Informação & Informação, v. 15, n. esp, p. 1-12, 2010.

CAREGNATTO, R. C. A; MUTTI, R. Pesquisa qualitativa: análise de discurso versus análise de conteúdo. Texto & Contexto: Enfermagem, v. 15, n. 4, p.679-684, 2006.

DIAS, G.R; SILVA, J. M; BENTO, J. I.M; CATANHEDE, S. C.S; CATANHEDE, L. B. Textos de divulgação científica: análise e caracterização para utilização no ensino de matemática. Revista Eletrônica de Educação Matemática, v. 11, n. 1, p. 84-98, 2016.

FERRARI, P. C; ANGOTTI, J. A; CRUZ, F. F. S. A divulgação científica na educação escolar: discutindo um exemplo. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 5., 2005, Bauru. Atas..., Bauru, 5., 2005.

FERREIRA, L. N. A.; QUEIROZ, S. L. Textos de divulgação científica no ensino de ciências: uma revisão. Alexandria: Revista de Educação em Ciência e Tecnologia, v.5, n.1, p.3-31, 2012.

FIOREZE, J. Z; DELIZOICOV, N. C. Livros didáticos de Biologia e a história da Ciência. Roteiro, v. 40, n. 1, p.101-126, 2015.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4ªed. São Paulo: Atlas, 2002.

GOLDBACH, T; EL-HANI, C. Entre Receitas, Programas e Códigos: Metáforas e Idéias Sobre Genes na Divulgação Científica e no Contexto Escolar. Alexandria: Revista de Educação em Ciência e Tecnologia , v. 1, n. 1, p.153-189, 2008.

GOMES, I. Dos laboratórios aos jornais: Um estudo sobre o jornalismo científico. Dissertação de mestrado do Programa de Pós-graduação em Letras e Lingüística. Centro de Artes e Comunicação, UFPE, Recife, 1995.

KEMPER, A; ZIMMERMANN, E; GASTAL, M. L. Textos populares de divulgação científica como ferramentas didático pedagógica: o caso da evolução biológica. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, v. 10, n. 3, p.25-50, 2010.

KINOUCHI, O; KINOUCHI, J.M; MANDRÁ, A. A. Metáforas científicas no discurso jornalístico. Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 34, n. 4, p. 1-12, 2012.

LOUREIRO, J. M. M. Museu de ciência, divulgação científica e hegemonia. Ci. Inf., Brasília, v. 32, n. 1, p. 88-95, 2003.

MARTINS, I; CASSAB, M.; ROCHA, M. B. Análise do processo de re-elaboração discursiva de um texto de divulgação científica para um texto didático. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, v.1, n.3, p.1-9, 2001.

MASCARENHAS, M. J. O; SILVA; V. C; MARTINS, P. R. P; FRAGA, E. C; BARROS, M. C. Estratégias metodológicas para o ensino de genética em escola pública. Pesquisa em foco, v. 21, n. 2, p. 05-24, 2016.

MOREIRA, I. C; MASSARANI, L. Aspectos históricos da divulgação científica no Brasil. In: MASSARANI, L; MOREIRA, I. C; BRITO, F. (Orgs). Ciência e público: caminhos da divulgação científica no Brasil. Rio de Janeiro: Casa da Ciência, 2002. p .43- 64.

MOURA, J; DEUS, M. S. M; GONÇALVES, N. M. N; PERON, A. P. Biologia/Genética: O ensino de biologia, com enfoque a genética, das escolas públicas no Brasil – breve relato e reflexão. Semina: Ciências Biológicas e da Saúde, Londrina, v. 34, n. 2, p. 167-174, 2013.

NASCIMENTO, T. G. O discurso da divulgação científica no livro didático de ciências: características, adaptações e funções de um texto sobre clonagem. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, v. 5, n. 2, p.15-28, 2005.

NASCIMENTO, T. G; MARTINS, I. O texto de genética no livro didático de ciências: uma análise retórica crítica. Investigações em Ensino de Ciências, v. 10, n. 2, p. 255-278, 2005.

PASSERI, M.G; AIRES, R.M; ROCHA, M. B. Reelaboração discursiva de um texto de divulgação científica sobre crise hídrica em um livro didático de Ciências. Ensino, Saúde e Ambiente, v. 10, n.1, p. 142-162, 2017.

PUIATI, L. L; BOROWSKY, H. G; TERRAZZAN, E. A. O texto de divulgação científica como recurso para o ensino de Ciências na Educação Básica: um levantamento das produções do ENPEC. In: VI ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 6., 2007, Florianópolis. Atas..., Florianópolis/ SC, 2007.

SÁ-SILVA, J. R; ALMEIDA, C. D; GUINDANI, J. F. Pesquisa documental: pistas teóricas e metodológicas. Revista Brasileira de História & Ciências Sociais, v.1, n.1, p.1-15, 2009.

SILVA, H. C. O que é divulgação científica? Ciência & Ensino, v.1, n.1, p. 53-59, 2006.

SILVA, L.L; PIMENTEL, N.L; TERRAZZAN, E. As analogias na revista de divulgação científica ciência hoje das crianças. Ciência & Educação, v. 17, n. 1, p. 163-181, 2011.

SOUZA, P. H. R. Análise dos textos de divulgação científica referentes à biologia animal em livros didáticos de biologia para o ensino médio. Tese de doutorado. Programa de Pós-Graduação em Ciência, Tecnologia e Educação, Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET/RJ), p.1-223, 2017.

SOUZA, P. H.R; ROCHA, M. B. Análise do processo de Reelaboração Discursiva na incorporação de um texto de Divulgação Científica no livro de Ciências. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia, v. 7, n. 1, p.53-69, 2014.

SOUZA, P. H. R; ROCHA, M. B. Caracterização dos textos de divulgação científica inseridos em livros didáticos de biologia. Investigações em Ensino de Ciências, v. 20, n. 2, p. 126-137, 2015.

SOUZA, P. H. R; ROCHA, M. B. Análise da linguagem de textos de divulgação científica em livros didáticos: contribuições para o ensino de biologia. Ciência & Educação, v. 23, n. 2, p. 321-340, 2017a.

SOUZA, P. H. R; ROCHA, M. B. A linguagem e o discurso de textos de divulgação científica inseridos em livros didáticos. Enseñanza de las ciencias p. 4659-4664, 2017b.

TARGINO, M. G. Divulgação científica e discurso. Comunicação & Inovação, v.8, n.15, p. 19-28, 2007.

TEIXEIRA, I. M; SILVA, E. P. História da eugenia e ensino de genética. História da Ciência e Ensino, v. 15, p. 63-80, 2017.

TEMP, D. S; BARTHOLOMEI-SANTOS, M. L. Genética e suas aplicações: identificando o conhecimento presente entre concluintes do ensino médio. Ciência e Natura, v. 36, n. 2, p. 358 – 372, 2014.

XAVIER, M. C. F.; FREIRE, A.S; MORAES, M. O. A nova (moderna) biologia e a genética nos livros didáticos de biologia no ensino médio. Ciência & Educação, v. 12, n. 3, p. 275-289, 2006.

ZAMBONI, L. M. S. Heterogeneidade e subjetividade no discurso da divulgação científica. Tese (Doutorado) – Instituto de Estudos da Linguagem, Universidade Estadual de Campinas p.1-211, 1997.

Downloads

Publicado

2019-11-29

Edição

Seção

Artigos