Derramam-se os horizontes: por uma experiência literária cinética

Ligia G. Diniz

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/2175-8026.2017v70n2p71

Neste ensaio, proponho pensar em possibilidades de leitura de obras literária que não se restrinjam à tradição hermenêutica e abram espaço para uma vivência afetiva da literatura, isto é, para seus efeitos sensoriais, perceptuais e emocionais. Para tanto, entendo que a tendência muitas vezes chamada pós-humanista – que se volta, por exemplo, ao pensamento etológico e a reflexões oriundas da ficção científica – pode ser complementada pela antropologia, e o perspectivismo ameríndio, na configuração de um espaço híbrido na consciência, em um imaginário somático e cinético.


Palavras-chave


Pós-humanismo; Etologia; Imaginação; Experiência Literária; Afeto

Texto completo:

PDF/A PDF/A

Referências


COETZEE, J. M. The Lives of Animals. Princeton: Princeton University Press, 1999.

DERRIDA, Jacques. De La Grammatologie. Paris: Les Éditions de Minuit, 1967.

DICKINSON, Emily. The Complete Poems of Emily Dickinson. Boston, New York: Back Bay, 1976.

GUMBRECHT, Hans Ulrich. ’Lost in Focused Intensity": Spectator Sports and Strategies of Re-Enchantment. In: LANDY, JOSHUA; SALER, MICHAEL (Org.). . The Re-Enchantment of the World: Secular Magic in a Rational Age. Stanford: Stanford University Press, 2009. p. 149–158.

HUGHES, Ted. New Selected Poems 1957-1994. London: Faber and Faber, 2010a.

HUGHES, Ted. O jaguar. Suplemento Literário, n. 1332, p. 40, 2010bTradução Sérgio Alcides. . Acesso em: 2 set. 2015.

LEM, Stanislaw. Solaris. Tradução Joanna Kilmartin; Steven Cox. New York: Faber and Faber, 1970.

LÉVI-STRAUSS. Leçon d’écriture. Tristes tropiques. Paris: Plon, 1955. p. 347–360.

LÉVI-STRAUSS, Claude. La Science du concret. La Pensée Sauvage. Paris: Plon, 1962. p. 3–47.

LIBRANDI-ROCHA, Marília. Escutar a escrita: por uma teoria literária ameríndia. O Eixo e a Roda, v. 21, n. 2, p. 179–202, 2012.

NAGEL, Thomas. What is it like to be a bat? The Philosophical Review, v. 83, n. 4, p. 435–450, 1974.

NODARI, Alexandre. A literatura como antropologia especulativa. Revista da Anpoll, v. 38, p. 75–85, 2015.

PEIRCE, Charles Sanders. Collected Papers. Cambridge, MA: Harvard University Press, 1974. v. I - Principles of Philosophy.




DOI: http://dx.doi.org/10.5007/2175-8026.2017v70n2p71

Direitos autorais 2017 Ligia G. Diniz

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

http://www.periodicos.ufsc.br/public/site/images/arcorseuil/logotipo_revistas_cor_482_347

http://www.periodicos.ufsc.br/public/site/images/arcorseuil/governo_logo60anos_600_1_600

Revista Ilha do Desterro A Journal of English Language, Literatures in English and Cultural Studies, ISSN - 2175-8026, Florianópolis, Brasil.

Creative Commons Licence
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.