Gestão da Informação e do Conhecimento no âmbito das práticas de Segurança da Informação: o fator humano nas organizações

Luciana Emirena Santos Carneiro, Maurício Barcellos Almeida

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/1518-2924.2013v18n37p175

 

O presente artigo pretende levantar, na literatura de Ciência da Informação, informações acerca de como os aspectos humanos interferem nas práticas gerenciais de segurança da informação. Através de uma pesquisa quantitativa pretende-se obter informações sobre os perfis e ações comportamentais dos colaboradores de uma empresa na área da saúde e a inter-relação com falhas de segurança da informação. Na avaliação dos dados verifica-se que o elemento pessoas é uma variável crítica na gestão de segurança informacional nas organizações.


Palavras-chave


Gestão da Informação e do Conhecimento; Comportamento Informacional; Segurança da Informação

Texto completo:

PDF-A

Referências


ALLEN, B. L. Toward a user-centered approach to information systems. Los Angeles: Academic Press, 1996, 308p.

ALMEIDA, M.B. Aplicação de Ontologias em Segurança da Informação. Fonte, v.4, n.7, p.75-83, 2007.

ANDALÉCIO, A.L.; SOUZA, R.R. Ciência Cognitiva e Ciência da Informação: Paralelos. Inf. Inf., v.13, n.1, p.72- 80, jan./jul.,2008.

BABBIE, E. Métodos de Pesquisa Survey. Tradução Guilherme Cezarino. Belo Horizonte: UFMG, 1999. 519 p.

BARBOSA, R. R. Inteligência Empresarial: uma avaliação de fontes de informação sobre o ambiente organizacional externo. Disponível em: . Acesso:10 dezembro 2011

BEAUTEMENT, A.; SASSE, M.A. (2010). The Compliance Budget: The economics of user effort in information security. Computer Fraud & Security, v.2009, n.10, Pages 8-12, 2009.

CHOO, C. W. A organização do conhecimento. 2a. ed. São Paulo: SENAC, 2006. 426p.

COLWILL, C. Human factors in information security: The insider threat & Who can you trust these days? Disponível em: . Acesso: 22 janeiro 2010.

DA VEIGA, A.; ELOFF, J.H.P. A framework and assessment instrument for information security culture. Computer & Security, v.29, p.196-207, 2010.

EVERETT, C. Cover Story: Education, Education, Education. Infosecurity, n.6, v.5, p. 14-18, 2008.

GHERNAOUTI-HÉLIE, S. An inclusive information society needs a global approach of information security. Disponível em: . Acesso: 15 janeiro 2009.

HUANG, D. L.; RAU, P. L. P.; SALVENDY, G. Perception of information security. Behaviour & Information Technology, v.29, n.3, p. 221- 232, 2010.

KRAEMERA,S.; CARAYON, P.; CLEM, J. Human and organizational factors in computer and information security: Pathways to Vulnerabilities. Computer & Security, v.28, p. 509-520, 2009.

MALHOTRA, N. K. Pesquisa de Marketing: Uma Orientação Aplicada. Porto Alegre: Bookman, 2012. 720p.

MARCHIONINI, G. Digital Library Research and Development. Encyclopedia of Library and Information Science, v.63, p.611-19, 1998.

MEADOW, C. T. Text information retrieval systems. San Diego: Academic Press, 1992. 302p.

NARITA, T.; KITAMURA, Y. Persuasive Conversational Agent with persuasion tactics. LNCS, v. 6137, p.15-26, 2010.

NIEKERK, J.F.V.; SOLMS, R.V. Information Security Culture: A management perspective. Computer &Security, v.29, n.4, p.476-486, 2010.

PEREIRA, F. C. M. Uso de fontes de informação: um estudo em micro e pequenas empresas de consultoria de Belo Horizonte.155f. Mestrado em Ciência da Informação – Escola de Ciência da Informação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2006.

RICHARDSON, R. J. Pesquisa social: métodos e técnicas. 3ª Ed. São Paulo: Atlas, 2007

SVEEN, F. O.; TORRES, J. M.; SARRIEGI, J. M. Blind Information Security Strategy. International Journal of Critical infrastructure Protection, v.2, p.95-109, 2009.

WILSON, T.D. Revisiting user studies and information needs. Journal of Documentation, v. 62, p.680-684, 2006b

WILSON, T.D. On user studies and information needs. Journal of Documentation, v. 62, p.658-670, 2006c.

WORKMANN, M. Wisecrackers: A Theory-Grounded Investigation of Phishing and Pretext Social Engineering Threats to Information Security. Journal of American Society of Information Science and Technology, v.59, n.4, p. 662–674, 2007.




DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1518-2924.2013v18n37p175



Direitos autorais 2013 Luciana Emirena Santos Carneiro, Maurício Barcellos Almeida

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Enc. Bibli: R. Eletr. Bibliotecon. Ci. Inf., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1518-2924.

Conteúdos do periódico licenciados sob uma Licença Creative Commons 4.0 By  (mais informação)