A cadeia produtiva de uvas e vinhos de Santa Catarina: uma análise das trasformações entre os seus segmentos

Luiz Carlos de Carvalho Junior, Mariana Mossini Soares

Resumo


Este trabalho teve como objetivo identificar as características das transações entre os segmentos da cadeia produtiva vitivinícola de Santa Catarina. Para tal, foram coletadas informações em trabalhos existentes sobre a cadeia e foram realizadas entrevistas com especialistas de instituições e dirigentes de empresas atuantes na cadeia. Foi constatado que nas regiões tradicionais predomina a compra de insumos via mercado, o que eleva os custos de transação e abre precedente a comportamentos oportunistas de agentes envolvidos. Por outro lado, na nova região produtora, as empresas adotam a integração vertical à montante, devido à especificidade dos ativos necessários para a elaboração de vinhos finos.


Palavras-chave


Vitivinicultura; Estruturas de governança; Cadeias produtivas agroindustriais

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8085.2011v14n1p103

Creative Commons License
Revista Textos de Economia. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil - - - eISSN: 2175-8085 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional
> > > > >