Histórico do periódico

A revista científica Em Tese foi criada no ano de 2003 com a proposta de ser um espaço didático e laboratorial que estimulasse os discentes do Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política da UFSC, hoje Programa de Pós-graduação em Sociologia e Ciência Política,  a participar do mundo da editoração científica. Fosse como editores, fosse como autores de trabalhos em submissão.

Ao longo de dez anos, a revista cresceu em volume e organização, atingindo no ano de 2013 uma nova demanda por reestruturação e qualificação. Desde 2014, uma progressiva política de aperfeiçoamento e profissionalização editorial vem sendo desenvolvida e aplicada à Em Tese.  

A Em Tese tem observado critérios de periodicidade e imposto uma política firme de transparência em seus processos internos, exercendo postura irredutível em relação às normas éticas, como quanto ao método de avaliação por “Duplo parecer cego” (Double Blind Review) e quanto à política “conflito de interesses”.

Presente em mais de 15 indexadores, em 2019, a Em Tese atinge a classificação Qualis “B3”, já pelos novos critérios Capes, para demarcar sua posição como periódico científico relevante entre seus pares editoriais e como uma referência original de publicações em Ciências Humanas.