A sociedade civil e os meios de comunicação: uma leitura crítica da teoria habermasiana

Renato Francisquini

Resumo


O presente artigo tem por objetivo discutir o papel das novas associações da sociedade civil no ato de tornar públicas, através da mídia, as demandas presentes na esfera privada. Parte-se da concepção discursiva de democracia, uma referência à obra de Habermas, em contraposição à perspectiva elitista.Embora sejam feitas algumas ressalvas à primeira, as conclusões apontam para o potencial daquelas associações funcionarem como sensores e caixa de ressonância dos problemas que surgem no que o teórico alemão denomina mundo da vida. Para tais organizações, o acesso aos meios de comunicação é um fator que poderá ampliar o seu poder de influência sobre o sistema político. Contudo, é necessário que esses meios respeitem a pluralidade de pontos de vista presentes na sociedade e não sejam monopolizados por grupos econômicos e políticos.


Palavras-chave


Democracia discursiva; Sociedade civil; Mídia; Esfera pública; Sistema político

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1806-5023.2008v4n2p1

Direitos autorais 2008 Renato Francisquini

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

R. Em Tese, revista do PPGSP da UFSC, Brasil, ISSNe 1806-5023

Licença Creative Commons
Revista licenciado pela Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.