Ulysses de Joyce: cancros da modernidade no corpus traduzido e reatualizado

André Luis Mitidieri, Rudião Rafael Wisniewski

Resumo


RESUMO: No presente artigo, destacamos a tradução de um dos mais celebrados romances modernistas – Ulysses de James Joyce – realizada no Brasil por Bernardina da Silveira Pinheiro. Nesse intento, damos relevo à moldura contextual da obra literária em estudo e às relações intertextuais por ela firmadas, as quais se valorizam no trabalho tradutório em vista, em especial o intertexto com A Odisseia de Homero, nos três primeiros capítulos que compõem a divisão do livro joyceano intitulada “Telemaquia”. Em outro nível, comparativo, reatualizamos seu universo ficcional, ao confrontá-lo com problemáticas ainda hoje enfrentadas no cotidiano ocidental.


Palavras-chave


James Joyce; Tradução brasileira; Ulisses.

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


In-Traduções ISSN 2176-7904, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.