Tradução literal e aprendizagem de línguas estrangeiras: uma estratégia para memorização

Natanael F. França Rocha

Resumo


Propõe-se,  neste artigo,  no  âmbito  do  ensino  e  aprendizagem  de línguas estrangeiras (LE),  abordar  o uso da tradução literal como  uma estratégia para auxiliar na  memorização de léxico, estruturas e expressões da língua estudada. A discussão se desenvolve sob o ponto de vista do aprendiz e apresenta exemplos de como tal recurso  –  a tradução literal  (geralmente  mental)  –  pode  facilitar  a  memorização.  Não  se  abordou  a  língua (materna  ou  estrangeira)  de  maneira  mecânica  ou  artificial,  nem  tampouco  se  supôs  que  pudesse  haver correspondência direta entre duas línguas diferentes. Respeitando a individualidade de cada aprendiz, buscou-se aqui  apenas  mostrar  mais  uma  estratégia  que,  como  parte  de  um  todo,  vise  a  contribuir  para  o  processo  de aprendizagem de LE.

Palavras-chave


tradução literal, aprendizagem de línguas estrangeiras, estratégia de memorização

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


In-Traduções ISSN 2176-7904, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.