Uma analise da complexidade tradutória em textos paralelos no par inglês-norueguês, de Martha Thunes

Aída Sousa

Resumo


No presente artigo, publicado originalmente em 2012, a autora aborda seu modelo de tipos de tradução, com base no grau de complexidade tradutória das unidades correspondentes no par linguístico inglês-norueguês para textos jurídicos e textos de ficção. Em seguida propõe uma classificação das unidades de correspondência tradutória em computáveis e não computáveis, no par linguístico mencionado. Deste modo, o trabalho contribui principalmente para uma reflexão sobre a possibilidade de automatização dos achados. O modelo desenvolvido por Thunes tem sido utilizado em pesquisa sobre tradução e corpora por alunos de pós-graduação no Brasil (cf. Azevedo, 2012; Silva, 2008, Tucunduva, 2007). 


Palavras-chave


tradução e corpora

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


In-Traduções ISSN 2176-7904, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.