Jornalismo e imagem de si: o discurso institucional das revistas semanais

Marcia Benetti, Sean Hagen

Resumo


 

Este artigo aborda a condição de identidade (“quem diz”) do contrato de comunicação que define o jornalismo como um gênero discursivo. Analisamos o ethos jornalístico apresentado pelo discurso institucional de quatro revistas semanais de informação (Veja, Época, IstoÉ e Carta Capital). Tendo como objetivo compreender como o jornalismo constrói uma representação de si, identificamos quatro núcleos de sentidos: a defesa da democracia; a independência; a competência; o compromisso com o leitor.


Palavras-chave


Jornalismo; Representação; Revistas semanais

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-6924.2010v7n1p123

(Est-s Jorn. Mid.), Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSNe 1984-6924.

Licença Creative Commons