Histórico do periódico

A Revista Katálysis é um periódico científico criado em 1997, com periodicidade semestral. Até 2015 as publicações foram semestrais e ininterruptas. A Revista nasceu antes mesmo do Departamento de Serviço Social da Universidade Federal de Santa Catarina criar seu Programa de Pós Graduação em 1999. Foi indexada na Scientific Electronic Library Online - SciELO – em 2007.

Recebe desde o ano base de 2008, pelo Sistema de Avaliação e Qualificação da Capes/Qualis, a classificação A1 na área de Serviço Social[1]; e atualmente A2 em Ciências Ambientais e Interdisciplinar; B1 em Ciências Sociais Aplicadas I, Educação, Planejamento Urbano e Regional/Demografia, Psicologia, Sociologia; B2 em Economia, Filosofia/Teologia, História, Saúde Coletiva.

A Revista Katálysis possui regimento interno próprio, o que a permite constituição de colegiado específico e autônomo junto aos cursos de graduação e pós-graduação de Serviço Social, que lhe dão sustentação. Portanto, se do ponto de vista histórico, distingue-se seu pioneirismo, o seu profissionalismo tem consolidado a Revista como referência na área, o que somente é possível pelo reconhecimento dos autores em seu rigor, seriedade e qualidade, na definição das pautas e divulgação da produção de conhecimentos. Nesses pontos apoiam-se os diferenciais entre a Revista Katálysis e os outros periódicos da área.

É importante destacar que no ano de 2013, com o apoio financeiro do CNPq, produziu e publicou um número especial bilíngue “Serviço Social, História e Desafios“, contando um pouco da trajetória e atualidade da profissão.

A Revista Katálysis possui ISSN de número 1982-0259 para sua versão digital a partir da edição v. 8 n. 1 2005. O ISSN de número 1414-4980 da sua versão impressa foi até a edição v. 18, n. 1 2015. O ISSN é um código numérico que constitui um identificador unívoco para cada título de publicação em série. A rede ISSN é uma instituição intergovernamental, criada em 1971, coordenada pelo Centro Internacional do ISSN, situado em Paris, atua como agência mantenedora e criadora de normas internacionais relacionadas com publicações seriadas. NO Brasil o Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) promove e regula o ISSN junto a comunidade editorial.

 

Anos

Editor técnico

1997

Daurecy /Camilo (Beto) normalização

1998

Ingrid Elsen, Ivete Simionatto, Josiane R. P. Veronese

1999

Berenice Rojas Couto, Odária Battini e Raquel Raicheles

2001

Maria Angela Paulilo, Maria da Graça dos Santos Dias, Lígia Helena H. Luchmann

2002 a 2011

Berenice Petry Braun

2012 e 2013

Berenice Petry Braun e Alexandre Lima

2014 a 2017

Alexandre Lima

 2017 a

Diogo Ramon Carpes Alves Vanolli 

Anos

Editor Cientifíco

1997

Iliane Kohler, Luziele Maria de Souza Tapajós

1998

Iliane Kohler e Krystyna Matys Costa

1999

Iliane Kohler, Krystyna Matys Costa e Ivete Simionatto (editora especial)

2001

Iliane Kohler, Krystyna Matys Costa

2002 e 2003

Iliane Kohler

2005 e 2006

Raúl Burgos

2007 e 2008

Catarina Maria Schimicker

2009 e 2012

Rosana de C. Martinelli Freitas e Vera Herweg (vice)

2013 a 2014

Hélder Boska de Moraes Sarmento e Ana Maria Baima Cartaxo (vice)

2014 a 2016

Hélder Boska de Moraes Sarmento e Maria del Carmen Cortizo (vice)

2016 a 2017

Tânia Regina Krüger e Helenara Fagundes Silveira (vice)

2017 a 2018

Ricardo Lara e Tânia Regina Krüger (vice)