Em busca das pistas sobre a história da cultura lúdica das crianças negras em Santa Catarina

Autores

  • Jailson Lucio de Maria Universidade Federal de Goiás-Goiânia - Brasil
  • Mauricio Roberto da Silva UFSC

DOI:

https://doi.org/10.5007/%25x

Palavras-chave:

infância, cultura lúdica, raça/etnia, classe social

Resumo

O presente texto é fruto de uma investigação de caráter bibliográfico, cujo objetivo central foi investigar e reunir possíveis registros e bibliografias acerca da história da cultura lúdica das crianças negras em Santa Catarina com o lócus centrado na cidade de Florianópolis. Trata-se, portanto, de uma pesquisa exploratória, com o objetivo secundário de levantar as pistas sobre as brincadeiras, jogos e brinquedos dessas crianças, com vistas a contribuir para com as políticas públicas, práticas sociais, enfim, para com a bibliografia existente sobre infância empobrecida. O texto aborda um pouco sobre a história da cultura lúdica das crianças negras, a saber: jogos, brincadeiras e brinquedos. Os resultados e conclusões, apontam que a condição de classe e raça dessas crianças ás restringiu de expressar-se livremente através de seus jogos e brincadeiras. Outra conclusa, diz respeito a necessidade de se investigar, de maneira mais amiúde, ás fontes históricas, visando captar nos documentos elementos que extrapolem a pesquisa exploratória.

Biografia do Autor

Jailson Lucio de Maria, Universidade Federal de Goiás-Goiânia - Brasil

Pós Graduado no Curso de Especialização em Educação Física Escolar da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC

Mauricio Roberto da Silva, UFSC

Orientador da Monografia de conclusão do curso de Especialização em Educação Física Escolar “latu sensu”, organizado pelo NEPEF - Núcleo de Estudos Pedagógicos no período de 2003 a 2004

Downloads

Publicado

2004-01-01