Associação Internacional dos Trabalhadores em Portugal (1871–1873)

Autores

  • João Lázaro CIES-IUL-Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL) Bolseiro de doutoramento em história moderna e contemporânea (ISCTE-IUL), financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) SFRH/BD/110857/2015. https://orcid.org/0000-0003-0480-5589

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-9222.2019.e66822

Palavras-chave:

Movimento Operário, Associação Internacional dos Trabalhadores, Classe Operária, Socialismo

Resumo

A Associação Internacional dos Trabalhadores surge tardiamente em Portugal. É somente em 1871 que ela contacta com os socialistas portugueses, portanto, num momento em que suas lutas internas eram intensas. As lutas políticas sentidas na Primeira Internacional estarão constantemente presentes na construção da Internacional em Portugal. Este artigo propõe deixar claro como um país periférico, como Portugal, desempenhou um papel importante nas batalhas internas da Primeira Internacional, e explorar os contatos feitos pela Aliança de Democracia Socialista de Mikhail Bakunin, bem como pelo Conselho Geral da Internacional através de Karl Marx e Friedrich Engels. Estas sensibilidades pretendiam conquistar o controle do socialismo português e, de fato, os socialistas portugueses estavam receptivos aos dois campos políticos do internacionalismo.

Biografia do Autor

João Lázaro, CIES-IUL-Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL) Bolseiro de doutoramento em história moderna e contemporânea (ISCTE-IUL), financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) SFRH/BD/110857/2015.

Licenciado em  História  (ISCTE-IUL) 2010

Mestre em História Moderna e Contemporânea (ISCTE-IUL) 2013

Bolseiro de doutoramento em história moderna e contemporânea (ISCTE-IUL), financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) SFRH/BD/110857/2015 e investigador no CIES-IUL. 2015-2019

Referências

AAVV. “Friedrich Engels to the Spanish Federal Council of the International Working Men’s Association”. Marx & Engels Collected Works, Volume 22 Letters 1870-71, Lawrence & Wishart Electric Book, 2010.

AAVV. Marx & Engels Collected Works. Volume 23, Marx and Engels 1871-74, Lawrence & Wishart Electric Book, 2010.

AAVV. Marx & Engels Letters 1870-73. Volume 44, Marx and Engels 1871-74, Lawrence & Wishart Electric Book, 2010.

CHITAS, Eduardo & RESENDE Hernâni A. (Coord). Filosofia. História. Conhecimento. Homenagem a Vasco de Magalhães-Vilhena. Lisboa: Caminho, 1990.

Comision de propaganda del núcleo organizador de la Internacional en Lisboa. Lo que es la Internacional. Madri: Imprenta de J. Antonio Garcia, 1872.

Correspondence Frederick Engels, Paul Lafargue, and Laura Marx. Moscovo: Foreign Languages Pub, 1959-60.

DERFLER, Leslie. Paul Lafargue and the founding of french marxismo 1842-1882. London: Harvard University Press, 1991,

ENGELS, Friedrich. Socialisme Utopique et Socialisme Scientifique. tradução Paul Lafargue, Paris: Derveaux Libraire-Éditeur, 1880.

FONSECA, Carlos da. A Origem da 1ª Internacional em Lisboa. O centenário da Federação Portuguesa. Lisboa: Editorial Estampa, 1973.

FREYMOND, Jacques (Dir). La Première Internationale. Les conflitos au sein de l´Internationale 1872,1873. Tomo III. Genève: Publications de l´Institut Universitaire de Hautes Études Internationales, 1971.

GUILLAUME, James. L´Internationale. Documents et Souvenirs (1864-1878). Paris: Sociéte Nouvele de Libraire Et D´Edition,1905.

HOBSBAWM, Eric. A Era das Revoluções. Lisboa: Editorial Presença, 2001.

Institute of Marxism-Leninism of the C.C., C.P.SU. The General Council of the First International 1871-1872 Minutes. Moscow: Progress Publishers, 1964.

LÁZARO, João. O despontar do movimento operário português na esfera pública. Das práticas ao debate parlamentar (1850-1860). Lisboa: Chiado Editora, 2014.

LORENZO, Anselmo. El Proletariado Militante. Memorias de un Internacionalista, Biblioteca Virtual Antorcha, 2008. Disponível em, http://www.antorcha.net/biblioteca_virtual/historia/proletariado/indice.html.

MINÉ, Elza. Alguns homens de meu tempo e outras memórias de Jaime Batalha Reis. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, 2017.

MORA, Francisco. Historia del socialismo obrero español. Desde sus primeras manifestaciones hasta nuestros días. Madrid: Imp. de I. Calleja, 190.

MUSTO, Marcello. Trabalhadores, uni-vos!. Antologia Política da Primeira Internacional. Ebook Kindle, Boitempo. 2014.

NETTLAU, Max. La Première Internacional em Espagne, (1868-1888). Reidel, 1969.

NOGUEIRA, César. Notas para a História do Socialismo em Portugal (1871-1910). Lisboa: Portugália Editora, 1967.

OLIVEIRA, César de. 13 Cartas de Portugal para Engels e Marx. Lisboa: Iniciativas Editoriais, 1978.

REDONDO, Jesús de Felipe. Orígenes y formación del movimiento obrero en España. Una revisón histórica e historiográfica. 2009. Tese (Doutorado em História) - Universidad La Laguna, Santa Cruz de Tenerife, 2009.

SAS, Teresa Martínez de. Cartas, comunicaciones y circulares de la comision federal de la region española (Junio-Septiembre 1873). Volume V, Edcions Universitat de Barcelona, 1979.

SANTOS, Fernando Piteira. "Paul Lafargue e os inícios do movimento socialista em Portugal".,

STAACK, Maria (Org). Correspondência entre Antero de Quental e Jaime Batalha Reis. Lisboa: Assírio e Alvim, 1982.

TERMES, Josep. Anarquismo y sindicalismo en España. La Primera Internacional (1864-1881). Barcelona: Crítica, 1977.

THOMPSON, Edward Palmer. The making of the english working class. Penguin book, 1991.

Downloads

Publicado

2019-11-04

Edição

Seção

Artigos