Formação inicial de professores de geografia, aspectos estruturais para permanência e atuação na escola básica

Autores

  • Aloysio Marthins Araujo Junior Universidade Federal de Santa Catarina/Departamento de Metodologia de Ensino e Programa de Pós-Graduação em Geografia http://orcid.org/0000-0003-4674-0285

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-795X.2018v36n4p1149

Resumo

A nova lógica de acumulação capitalista requer trabalhadores e consumidores melhor treinados e qualificados, para produzirem produtos ou serviços ou para se utilizarem destes. A escola e o ensino devem também passar por uma nova reorganização, sendo avaliados por sua qualidade e eficiência. Quanto à formação de professores de geografia e sua atuação, estes têm passado por profundas modificações no campo conceitual e de sua prática educativa. Tais formulações e práticas são centradas na meritocracia individual, sendo o mercado o grande regulador dos problemas sociais e econômicos. O desafio das universidades é estabelecer com a sociedade uma relação mútua e estar articulada em uma aprendizagem que ultrapassa os limites de cada disciplina, enfocando o desenvolvimento da cooperação, da pesquisa e da extensão, inter-relacionados aos currículos dos cursos. Contudo, estão intrinsecamente relacionados com os recursos humanos e com as infraestruturas já existentes. Conclui-se que além da própria formação inicial que busque maior aproximação com a realidade escolar, é preciso, posteriormente, que os profissionais da educação tenham a disposição melhores condições de trabalho, além de serem valorizados em termos de remuneração, o que ainda está longe de ocorrer no Brasil, em termos gerais.

Biografia do Autor

Aloysio Marthins Araujo Junior, Universidade Federal de Santa Catarina/Departamento de Metodologia de Ensino e Programa de Pós-Graduação em Geografia

Doutor em Ciências Humanas (Geografia Humana) pela Universidade de São Paulo. Prof. do Departamento de Metodologia de Ensino e Programa de Pós-Graduação em Geografia, atuando na área de ensino de geografia e formação de professores.

Downloads

Publicado

2018-12-19

Como Citar

Araujo Junior, A. M. (2018). Formação inicial de professores de geografia, aspectos estruturais para permanência e atuação na escola básica. erspectiva, 36(4), 1149–1168. https://doi.org/10.5007/2175-795X.2018v36n4p1149

Edição

Seção

Dossiê Educação Geográfica e suas Nuances nos Processos de Ensinar e Aprender