Evasão na EAD: perspectivas de prevenção

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-795X.2020.e62978

Palavras-chave:

Evasão, Educação a distância, Gestão comunicacional, Desafios

Resumo

A cultura digital vem exigindo formas diferenciadas de conhecimento e reflexão nos cursos superiores, uma vez que a transição digital é atravessada por relações de poder-saber que intervém sobre a linguagem e a percepção humana, o que tem exigido reestruturações curriculares e o acesso barateado a cursos de EaD. Nessa perspectiva, o direito de todos à educação não pode sucumbir à facilitação de cursos oferecidos, sob pena de não vencer a barreira da ignorância, do conformismo e ser uma farsa. Em vista disso, procuramos debater e analisar como a educação superior pode contribuir para a discussão criadora acerca das mazelas provocadas pela EaD e ao problema da evasão. No cenário contemporâneo, o olhar hermenêutico propõe compreender o desafio da EaD, problematizando as tendências e conjecturas do fenômeno da evasão, tendo em vista os altos índices de evasão nos cursos de EaDe a corresponsabilidade das instituições. Os resultados apontam que é necessário criar formas de acesso à EaD e também de permanência e reconhecimento do outro nesse campo, por meio da cultura do diálogo e da motivação, que dá embasamento à gestão institucional/comunicacional, por meio da sensibilidade, da afetividade, da empatia (enfrentando a apatia) e de projetos de (form)ações cooperativosem redes de conhecimento.

Biografia do Autor

Adilson Cristiano Habowski, Universidade La Salle, Unilasalle, Canoas/RS

Mestre em Educação pela Universidade La Salle, Unilasalle, Canoas/RS

Lílian Soares Alves Branco, Universidade La Salle, Unilasalle, Canoas/RS

Mestra em Educação pela Universidade La Salle, Unilasalle,  Canoas/RS

 

Elaine Conte, Universidade La Salle, Unilasalle, Canoas/RS

Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS

Professora da Universidade La Salle, Unilasalle, Canoas, RS

 

Referências

ABED. Associação Brasileira de Educação a Distância. Censo EaD 2016. 2016. Disponível em: http://abed.org.br/censoead2016/Censo_EAD_2016_portugues.pdf Acesso em: 26 mar. 2020.

ADACHI, Ana Amelia Chaves Teixeira. Evasão e evadidos nos cursos de graduação da UFMG. 2009. 214p. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2009.

AGUIAR, Wagner Nery Moreira. O ensino a distância da Escola de Gestão Pública do Ceará-EGP como estratégia de formação de servidores públicos: avaliação de resultados. 2012. 131f. Dissertação (Mestrado Profissional em Avaliação de Políticas Públicas) - Universidade Federal do Ceará, Ceará, 2012.

ALMEIDA, Onília Cristina de Souza de. Evasão em Cursos a Distância: validação de instrumento, fatores influenciadores e cronologia da desistência. 2007. 177f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade de Brasília, Brasília, 2007.

ANDIFES/ABRUEM/SESu/MEC. Comissão Especial de Estudos sobre a Evasão nas Universidades Públicas Brasileiras. Diplomação, retenção e evasão nos cursos de graduação em instituições de ensino superior públicas. Avaliação, v. 1, n. 2, p. 55-65, 1996.

ANDRIOLA, Wagner Bandeira; ANDRIOLA, Cristiany Gomes; MOURA, Cristiane Pascoal. Opiniões de docentes e de coordenadores acerca do fenômeno da evasão discente dos cursos de graduação da Universidade Federal do Ceará (UFC). Ensaio: aval.pol.públ.Educ., Rio de Janeiro , v. 14, n. 52, p. 365-382, set. 2006.

ANIBAL, Felippe. Evasão em licenciatura chega a 39%. Quatro em cada dez alunos que iniciam uma graduação voltada à formação de professores não chegam ao fim do curso no Paraná. Gazeta do povo [online]. Curitiba, 2013.

AQUINO, Roseane de Souza. Um estudo do ensino de Educação à Distância na Universidade de Brasília. 2016. 88f. Dissertação (Mestrado em Economia e Gestão do Setor Público) - Universidade de Brasília, Brasília, 2016.

ASFORA, Silvia Cauás. Fatores Condicionantes da Relação entre Indivíduos e a Iead: Hipercultura, Atitudes, Desempenho e Satisfação. 2015. 210f. Tese (Doutorado em Administração) - Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2015.

BAGGI, Cristiane Aparecida dos Santos; LOPES, Doraci Alves. Evasão e avaliação institucional no ensino superior: uma discussão bibliográfica. Avaliação, Campinas, v. 16, n. 2, p. 355-374, 2011.

BEAN, John; METZNER, Barbara. A Conceptual model of nontraditional undergraduate student attrition. Research in Higher Education, v. 12, n. 2, p. 155-187, 1985.

BELLONI, MARIA Luiza. Educação a distância. Campinas: Editora Autores Associados. 1999

BITTENCOURT, Ibsen Mateus; MERCADO, Luis Paulo Leopoldo. Evasão nos cursos na modalidade de educação a distância: estudo de caso do Curso Piloto de Administração da UFAL/UAB. Ensaio: aval. pol. públ. Educ., Rio de Janeiro, v. 22, n. 83, p. 465-504, abr./jun. 2014.

BNCC. NOVA ESCOLA. ORG. BR. BNCC NA PRÁTICA - Aprenda tudo sobre as Competências Gerais. Nova Escola e Fundação Lemann [online]. 2018. Disponível em: http://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/JQtb9x4pJtbXaRk9VxTBEbTQu7sHHSM8kVyCsTkfHwYgA8rdfAbFhJsQg5eh/guiabncccompetenciasgeraisnovaescola.pdf Acesso em: 05 abr. 2020.

BONILLA, Maria Helena Silveira & OLIVEIRA, Paulo Cezar Souza de. Inclusão digital: ambiguidades em curso. In: BONILLA, Maria Helena Silveira & PRETTO, Nelson De Luca (Org.). Inclusão digital: polêmica contemporânea. Salvador: EdUFBA, 2011. p. 23-48.

BOAS, Ricardo Rios Villas. Evasão na educação a distância: uma análise conceitual para o apontamento das causas. 2015. 73f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Católica de Pelotas, Pelotas, 2015.

BRAGA, Mauro Mendes; PEIXOTO, Maria do Carmo; BOGUTCHI, Tânia. A evasão no ensino superior brasileiro: o caso da UFMG. Avaliação: Revista de Avaliação da Educação Superior, Campinas, v. 8, n. 1, p. 161-189, 2003.

BRANCO, Lilian Soares Alves; CONTE, Elaine; HABOWSKI, Adilson Cristiano. Evasão na educação a distância: pontos e contrapontos à problemática. Avaliação: Revista de Avaliação da Educação Superior, Campinas, v. 25, n. 01, p. 132-154, 2020. DOI: 10.1590/s1414-40772020000100008

CARDOSO, Claudete Batista. Efeitos da política de cotas na Universidade de Brasília: uma análise do rendimento e da evasão. 2008. 123p. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade de Brasília, Brasília, 2008.

CARRETERO, Mario. Construtivismo e educação. 2. ed. São Paulo: Artmed, 2002.

CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede. Trad. Roneide Venancio Majer; Kauss Brandini Gerhart. São Paulo: Paz e terra, 2007.

CASTELLS, Manuel. A Sociedade em Rede: do conhecimento à política. Lisboa: Imprensa Nacional, 2005.

FAVERO, Rute Vera Maria. Dialogar ou evadir: Eis a questão! Um estudo sobre a permanência e a evasão na Educação a Distância. 2006. 167 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2006.

FEENBERG, Andrew. Teoria Crítica da Tecnologia: um panorama. Texto originalmente publicado em Tailor-Made BioTechnologies, v.1, n.1, abr./maio 2005.

FONTANA, Maristela Vigolo; CONTE, Elaine; HABOWSKI, Adilson Cristiano. Objetos de Aprendizagem de Autoria Coletiva: uma concepção possível na EaD? Informática na educação: teoria & prática, Porto Alegre, v. 22, n. 1, p. 46-59, 2019. DOI: 10.22456/1982-1654.86624

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 34. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

GAIOSO, Natalicia Pacheco de Lacerda. O fenômeno da evasão escolar na educação superior no Brasil. 2005. 75p. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2005.

HAAS, Daniela Deitos. Contribuições da relação de oposição adjetival para o mapeamento de sentimentos em plataformas online de ensino. 2015. 157f. Dissertação (Mestrado em linguística aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo, 2015.

HABOWSKI, Adilson Cristiano; CONTE, Elaine; TREVISAN, Amarildo Luiz. Por uma cultura reconstrutiva dos sentidos das tecnologias na educação. Educação & Sociedade, Campinas, v. 40, p. 1-15, 2019. DOI: 10.1590/es0101-73302019218349

HABOWSKI, Adilson Cristiano; CONTE, Elaine; JACOBI, Daniel Felipe. Interlocuções e discursos de legitimação em EaD. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, p. 1-20, 2019. DOI: 10.1590/s0104-40362019002701365

HEIDRICH, Leonardo. Diagnóstico do comportamento dos aprendizes na educação a distância com base no estilo de aprendizagem. 2014. 91f. Dissertação (Mestrado em computação aplicada) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo, 2014.

HERMANN, Nadja. Hermenêutica e educação. Rio de Janeiro: DP&A, 2002.

INEP. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. MEC. Censo da Educação Superior. 2016. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/guest/sinopses-estatisticas-da-educacao-superior Acesso em: 25 mar. 2020.

JUNIOR, Wallace Nascimento Pinto. Álgebra Linear a distância para licenciandos em Química: análise de um curso oferecido no modelo UAB. 2013. 146f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) - Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, 2013.

KIRA, Luci Frare. A evasão no ensino superior: o caso do curso de Pedagogia da Universidade Estadual de Maringá (1992-1996). 1998. 106p. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Metodista de Piracicaba, Piracicaba, 1998.

LIBÂNEO, José Carlos. Diretrizes curriculares da pedagogia: imprecisões teóricas e concepção estreita da formação profissional de educadores. Educação & Sociedade, Campinas, v. 27, n. 96, Especial, p. 843-876, out. 2006.

MAURÍCIO, Wanderléa Pereira Damásio. De uma educação a distância para uma educação sem distância: a problemática da evasão nos cursos de Pedagogia a distância. 2015. 189f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo, 2015.

MONTEIRO, Alice Fogaça et al. A afetividade na relação tutor-aluno: o ensinar e o aprender na educação online. In: Anais... XI Congresso Brasileiro de Ensino Superior a Distância (ESUD). Florianópolis, SC, 2014, p. 3003-3015.

OLIVEIRA, Pedro Rodrigues de; OESTERREICH, Silvia Aparecida; ALMEIDA, Vera Luci de. Evasão na pós-graduação a distância: evidências de um estudo no interior do Brasil. Educ. Pesqui., São Paulo, v. 44, e165786, 2018.

PIAGET, Jean. Teoria da aprendizagem na obra de Jean Piaget. São Paulo: UNESP, 2009.

PIMENTA, Selma Garrido. A prática (e a teoria) docente re-significando a Didática. In: OLIVEIRA, Maria Rita N.S. (org.). Confluências e divergências entre Didática e Currículo. Campinas: Papirus, 1998, p. 153- 176.

POLYDORO, Soely Aparecida Jorge. O trancamento de matrícula na trajetória acadêmica no universitário: condições de saída e de retorno à instituição. 2000. 145p. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2000.

SANTAELLA, Lucia. Desafios da ubiquidade para a educação. Revista Ensino Superior Unicamp, Especial - Novas mídias e o Ensino Superior, p. 19-28, 2013.

SANTOS, Elaine Maria dos et al. Evasão na Educação a Distância: identificando causas e propondo estratégias de prevenção. Revista Brasileira de Aprendizagem Aberta e a Distância, p. 1-10, maio 2008.

SANTOS, Edméa Oliveira; CARVALHO, Felipe Silva Ponte; PIMENTEL, Mariano. Mediação docente online para colaboração: notas de uma pesquisa-formação na cibercultura. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, v. 18, n. 1, 23-42, 2016.

SILVA, Armando Paulo da. A modalidade EaD semipresencial e a disciplina de Cálculo Diferencial e Integral. 2017. 227f. Tese (Doutorado em Educação para a Ciência) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Bauru, 2017.

TARDIF, Maurice. Saberes Docentes e Formação Profissional. 11 ed. Rio de Janeiro: Vozes, 2010.

TINTO, Vincent. Dropout from higher education: a theoretical synthesis of recente research. Review of Educational Research, v. 45, n. 1, p. 89-125, 1975.

VARGAS, Miramar Ramos Maia. Implantação de Programas de Educação a Distância. Material Didático do Curso de Pós-Graduação em Educação a Distância. Centro de Educação a Distância, Universidade de Brasília, 2007.

VYGOTSKY, Lev Semyonovich. Formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes, 1984.

VYGOTSKY, Lev Semyonovich. Pensamento e linguagem. Trad. Jefferson Luiz Camargo. 3. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

Downloads

Publicado

2020-10-28