Estado de humor e desempenho motor: um estudo com atletas de voleibol de alto rendimento

Autores

  • Lenamar Fiorese Vieira Universidade Estadual de Maringá. Departamento de Educação Física.Maringá,
  • Saulo Luders Fernandes Universidade Estadual de Maringá. Departamento de Educação Física.
  • José Luiz Lopes Vieira Universidade Estadual de Maringá. Departamento de Educação Física.
  • João Ricardo Nickenig Vissoci Universidade Estadual de Maringá. Departamento de Educação Física.

DOI:

https://doi.org/10.1590/1980-0037.2008v10n1p62

Palavras-chave:

Emoções, Esporte, Desempenho. <p> Emotion, Sport, Performance.

Resumo

Esta pesquisa teve por objetivo investigar a relação entre desempenho esportivo e o estado de humor de atletas de voleibol de alto rendimento. Foram avaliados 23 sujeitos de ambos os sexos da categoria adulta. O instrumento de medida utilizado foi o questionário POMS1. A coleta dos dados foi realizada de forma individual, durante o campeonato estadual. Para análise dos dados, utilizou-se a estatística descritiva, o teste de Friedman para análise de variância e o de Mann-Whitney para diferença de médias. Os resultados evidenciaram que ambas as equipes apresentaram o perfil de estado de humor correspondente ao perfil iceberg. Na equipe masculina, o vigor permaneceu constante durante todas as fases da competição, enquanto na feminina esse fator mostrou-se instável; o fator fadiga, na equipe masculina, apresentou, na fase de treino, índices baixos, que aumentaram com o progresso da competição, mostrando diferenças estatisticamente signifi cativas entre o primeiro e o último jogo da equipe; na equipe feminina o fator confusão, que na fase de treino teve índice alto, baixou progressivamente durante a competição, apresentando diferença signifi cativa para p ≤ 0.05. Em relação ao desempenho e ao perfil de estado de humor, a equipe feminina apresentou diferenças estatisticamente significativas entre os valores médios nos fatores vigor e fadiga para os atletas de baixo e médio desempenho. Assim, conclui-se que o perfil de estado de humor se apresentou como um fator interveniente no desempenho motor destas equipes de alto rendimento.

Biografia do Autor

Lenamar Fiorese Vieira, Universidade Estadual de Maringá. Departamento de Educação Física.Maringá,

Mais informações:
Currículo Lattes

Saulo Luders Fernandes, Universidade Estadual de Maringá. Departamento de Educação Física.

Mais informações:
Currículo Lattes

José Luiz Lopes Vieira, Universidade Estadual de Maringá. Departamento de Educação Física.

Mais informações:
Currículo Lattes

João Ricardo Nickenig Vissoci, Universidade Estadual de Maringá. Departamento de Educação Física.

Mais informações:
Currículo Lattes

Downloads

Publicado

2008-07-18

Edição

Seção

Artigos Originais