Transição e gerenciamento de carreira de ex-funcionários de uma instituição privatizada

Elza Fátima Rosa Veloso, Joel Souza Dutra, Rodrigo Cunha da Silva

Resumo


O objetivo deste estudo é discutir os efeitos da transição profissional sobre a carreira dos ex- funcionários de uma instituição financeira privatizada no ano 2000. Foram utilizados o método qualitativo e a técnica de entrevista, com resultados analisados por meio da análise de conteúdo. São considerados ex-funcionários tanto os que permaneceram trabalhando após a privatização (Ativos), quanto os que se desligaram voluntariamente em 2001 (PDVs). Os entrevistados foram sorteados aleatoriamente, a partir da amostra de uma pesquisa quantitativa. A amostra final foi composta por 7 Ativos e 6 PDVs. Notouse que tanto PDVs quanto Ativos sofreram pressão para deixar a instituição, porém as reações foram diferentes. As impressões sobre dificuldades giraram em torno da falta de investimento em qualificação na fase anterior à privatização Por outro lado, a própria qualificação adquirida nessa fase representa um efeito positivo quanto ao gerenciamento da carreira.


Palavras-chave


Gestão de carreira;Transição profissional; Demissão voluntária

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2178-4582.2012v46n1p211

Direitos autorais 2012 Elza Fátima Rosa Veloso, Joel Souza Dutra, Rodrigo Cunha da Silva

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

R. Ci. Hum. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe 2178-4582

Creative Commons License Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

 

.