Autonomia apesar da dependência: a construção de uma Antropologia Dimensional no diálogo entre Frankl e Hartmann

Daniel Rubens Santiago da Silva, Úrsula Anne Matthias

Resumo


O artigo se trata de um estudo teórico onde são apresentados alguns pontos da Ontologia Dimensional de Nicolai Hartmann e a relação destes com a Antropologia Ontológico-Dimensional de Viktor Frankl. Além dos pontos em que se percebe uma clara influência de Hartmann no pensamento frankliano, procurou-se chegar a elementos do pensamento do primeiro para além daquilo que serve de fundamento à Logoterapia. Quanto à influência de Hartmann, concluiu-se pela centralidade de sua Ontologia Dimensional no esquema frankliano, atestada pelas concessões ao condicionamento “psicofísico” e pela crítica ao pandeterminismo e ao reducionismo. O resultado é a fórmula: “autonomia apesar da dependência”. Quanto aos elementos que estão para além daquilo que serve de fundamento à Logoterapia, perceberam-se possibilidades fecundas de diálogo, como por ocasião da discussão em torno da vida espiritual “a-temporal” e do “espírito objetivo”.


Palavras-chave


Ontologia dimensional; Antropologia ontológico-dimensional; Logoterapia; Viktor Frankl; Nicolai Hartmann

Texto completo:

PDF

Referências


BÖSCHEMEYER, U. Fundamentos, diretrizes e métodos de trabalho da logoterapia. In: FRANKL, V., et al. Dar sentido à vida: a logoterapia de Viktor Frankl. Petrópolis, RJ: Vozes, 1990. p. 33-45.

FADIMAN, J.; FRAGER, R. Teorias da personalidade. São Paulo: HABRA, 1986.

FRANKL, V. Fundamentos antropológicos da psicoterapia. Rio de Janeiro: Zahar, 1978.

______. Um sentido para a vida: psicoterapia e humanismo. Aparecida, SP: Santuário, 1989.

______. A questão do sentido em psicoterapia. Campinas: Papirus, 1990.

______. Em busca de sentido: um psicólogo no campo de concentração. 9. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 1991.

HARTMANN, N. El problema del ser espiritual: investigaciones para la fundamentación de la filosofía de la historia y de las ciencias del espíritu. Buenos Aires: Leviatán, 2007.

LUKAS, E. Logoterapia: a força desafiadora do espírito. São Paulo: Loyola, 1989.

MALIANDI, R. Prefácio. In: HARTMANN, N. El problema del ser espiritual: investigaciones para la fundamentación de la filosofía de la historia y de las ciencias del espíritu. Buenos Aires: Leviatán, 2007. p. 23-40.

PETER, R. Viktor Frankl: a antropologia como terapia. São Paulo: Paulus, 1999.

SKINNER, B. F. Sobre o Behaviorismo. 8. ed. São Paulo: Cultrix, 2003.

XAUSA, I. A. D. M. A psicologia do sentido da vida. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 1988.




DOI: https://doi.org/10.5007/2178-4582.2016v50n2p478

Direitos autorais 2017 Daniel Rubens Santiago da Silva, Úrsula Anne Matthias

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

R. Ci. Hum. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe 2178-4582

Creative Commons License Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

 

.