Viver do lixo ou no lixo? A relação entre saúde e trabalho na ocupação de catadores de material reciclável cooperativados no Distrito Federal – estudo exploratório

Cleide Maria de Sousa, Ana Magnólia Bezerra Mendes

Resumo


Este é um estudo piloto, de caráter exploratório, com o objetivo de testar uma metodologia de investigação sobre a relação entre saúde e trabalho na ocupação de catadores de material reciclável cooperativados no Distrito Federal. Utilizou-se como referencial teórico a Psicodinâmica do Trabalho. A coleta dos dados foi realizada por meio de observação livre do ambiente de trabalho dos catadores e de quatro entrevistas individuais semi-estruturadas. Os dados foram tratados mediante análise de conteúdo do tipo categorial temática. Os resultados indicam que, para os catadores, o trabalho com o lixo parece adquirir sentido de sobrevivência. Para eles, saúde é ter condição para trabalhar, e a identidade profissional se apresenta como possibilidade de inclusão social. A relação entre as precárias condições de trabalho e os riscos e danos à saúde é negada pelos trabalhadores. Outros estudos devem ser realizados, com enfoque multimétodo na coleta de dados, para confirmar e ampliar os resultados encontrados.

Palavras-chave


Saúde; Trabalho; Lixo; Catadores de material reciclável; Psicodinâmica do trabalho; Health; Work; Solid wastes; Recyclable material collectors; Work psychodynamics

Texto completo:

PDF


Rev. Psi: Org e Trab R. Eletr. Psico., ISSN 1984-6657, Brasília, Brasil.