Construção e Validação de Escala de Impacto em Profundidade: o Caso do Empretec

Silvana Alvim, Elisabeth Loiola

Resumo


O objetivo deste artigo foi desenvolver e validar instrumento de avaliação de impacto em profundidade de treinamento não-corporativo voltado para o desenvolvimento de competências empreendedoras. A escala, denominada Escala de Impacto em Profundidade do Empretec (EIPE), foi elaborada de forma customizada a partir de levantamento exploratório do material didático e posterior definição dos objetivos de desempenho em termos de CHAs (competências, habilidades e atitudes), cuja aquisição se esperava dos aprendizes do Empretec. O instrumento foi aplicado presencialmente a uma amostra de 752 participantes. As respostas foram submetidas a análises exploratórias dos componentes principais e análise fatorial. Os resultados apresentaram índices psicométricos satisfatórios com cargas fatoriais que oscilaram entre - 0,64 e 0,83. Foram encontrados dois tipos de estruturas igualmente confiáveis e válidas para esse instrumento: uma escala geral e uma tridimensional. A escala geral, originalmente com 24 itens, ficou com 22 itens e apresenta alto índice de confiabilidade (a = 0,93). Quanto aos fatores da estrutura tridimensional, foram denominados: Realização e Poder (14 itens, a = 0,91); Planejamento (5 itens, a = 0,85) e Pró-Atividade (3 itens, a = 0,80).

Palavras-chave: impacto em profundidade, construção de escala, validação de escala, treinamento não-corporativo.


Texto completo:

PDF


Rev. Psi: Org e Trab R. Eletr. Psico., ISSN 1984-6657, Brasília, Brasil.