Validação de instrumento para diagnóstico de cultura de aprendizagem em organizações

Ricardo Baiocchi de Macedo, Suzana Maria Valle Lima, Héden Cardoso Rodrigues Fischer

Resumo


Este artigo apresenta a revalidação de instrumento de medida desenvolvido no exterior originalmente por Watkins e Marsik (2003) e revalidado no Brasil por Corrêa (2006), visando ao aprimoramento da medida. A escala foi submetida a nova validação semântica e respondida por uma amostra de 5.161 empregados de um banco estatal brasileiro. Os dados foram submetidos à análise fatorial exploratória, utilizando-se o método de Fatoração dos Eixos Principais (PAF) e ao cálculo do coeficiente Alfa de Cronbach (), para verificar o índice de confiabilidade da medida. O resultado indica a presença de três fatores com altos índices de confiabilidade na composição do construto: (1) práticas institucionais de aprendizagem; (2) utilização estratégica da aprendizagem pela liderança; e (3) questionamento individual, diálogo e interação em equipe. Ao final, discutem-se estes resultados, comparando-os com as validações anteriores e sugerindo-se novas questões de pesquisa.

Palavras-chave


Organizações de aprendizagem; Fatores culturais das organizações de aprendizagem; Instrumento de diagnóstico de cultura de aprendizagem organizacional.

Texto completo:

PDF


Rev. Psi: Org e Trab R. Eletr. Psico., ISSN 1984-6657, Brasília, Brasil.