Jovens e Desemprego: Estado da Arte

Romilda Guilland, Janine Kieling Monteiro

Resumo


O desemprego juvenil é motivo de preocupação em muitos países. A falta de emprego pode restringir os sonhos dos jovens de se realizarem como sujeitos, e faz com que eles deixem de ver o trabalho como algo
que possa nortear positivamente a sua vida. Este artigo teórico teve como finalidade fazer uma revisão na literatura nacional e internacional para discutir como o desemprego juvenil foi abordado nos últimos cinco
anos (2004 a 2008). Foi feita uma pesquisa nas bases digitais Medline, Adolec, Lilacs e Scielo, na qual foram encontrados 21 artigos, dos quais 33% são nacionais, sendo que apenas 11 pesquisas abordam
especificamente o tema “jovem e desemprego”. Os estudos apontam que o desemprego juvenil é causado por múltiplos fatores, existindo também diferenças na condição do desemprego de acordo com o contexto
social em que o jovem está inserido. A análise desses artigos indicou que 62% dos estudos têm como foco principal as consequências do desemprego sobre a saúde mental do jovem. Apenas um dos artigos é
qualitativo. Esse resultado aponta a carência de pesquisas que busquem compreender a dinâmica dos processos de subjetivação do jovem em situação de desemprego.

Palavras-chave: desemprego, jovem, saúde mental.


Texto completo:

PDF


Rev. Psi: Org e Trab R. Eletr. Psico., ISSN 1984-6657, Brasília, Brasil.