Prioridades axiológicas e regiões brasileiras: preditores de civismo nas organizações

Juliana Barreiros Porto, Alvaro Tamayo

Resumo


Civismo nas Organizações é um comportamento organizacional que favorece a efetividade organizacional. Referindo-se a atos espontâneos dos trabalhadores no ambiente de trabalho, o Civismo nas Organizações é composto por cinco fatores: Sugestões criativas, autotreinamento, Cooperação com os colegas, Proteção ao sistema e Criação de clima favorável à organização no ambiente externo. A literatura aponta como seus principais antecedentes, satisfação com o trabalho e justiça organizacional. Constituiu-se como objetivo deste trabalho investigar o poder preditivo das prioridades axiológicas e das regiões brasileiras sobre os comportamentos de civismo nas organizações. Para tanto, foram administrados a Escala de Civismo nas Organizações e o Inventário de Valores de Schwartz, para uma amostra composta por 867 empregados de uma empresa pública. Os resultados indicaram que os valores individuais influenciaram os comportamentos de civismo e que, apesar dos comportamentos de civismo beneficiarem o sistema, suas motivações podem ser tanto sociocêntricas quanto individualistas. As regiões brasileiras influenciaram significativamente somente dois fatores de civismo: autotreinamento e Criação de clima favorável à organização no ambiente externo.

Palavras-chave


Cidadania organizacional. Valores e regiões brasileiras. Organizational citizenship. Values and Brazilian regions.

Texto completo:

PDF


Rev. Psi: Org e Trab R. Eletr. Psico., ISSN 1984-6657, Brasília, Brasil.