Administrar comportamento humano em contextos organizacionais

Nádia Kienen, Sabrina Wolf

Resumo


Administrar comportamento humano implica em administrar aquilo que as pessoas fazem como participantes das organizações sendo que, é justamente por meio das ações que é possível formular e atingir objetivos organizacionais. Administrar pessoas em contextos de trabalho significa controlar os fatores que interferem nas condições de trabalho e de vida dos trabalhadores, não no sentido de manipulação de seus comportamentos, mas no sentido de identificar as melhores condições para cada tipo de atividade, as competências necessárias a serem desenvolvidas, os fatores que motivam os trabalhadores, os recursos e as estruturas necessários para a execução das atividades. Existe diferença entre controlar comportamentos e controlar as variáveis que interferem na ocorrência de comportamentos. Controlar variáveis implica em criar um ambiente que favoreça a ocorrência das ações necessárias para a consecução dos objetivos organizacionais. Este artigo pretende apontar alguns aspectos críticos relacionados ao que vem sendo feito, atualmente, pelas organizações em termos de gestão de pessoas. É possível perceber a ocorrência de avanços teóricos em termos de administração de pessoas, no entanto, algumas pesquisas mostram que, na prática, não há a incorporação destes avanços. Administrar o comportamento das pessoas nas organizações por meio da formulação de objetivos que explicitem ações contextualizadas – especificando as situações nas quais as ações irão ocorrer e o modo como devem ocorrer, bem como os resultados desejados a partir delas – parece ser uma forma alternativa de discutir modos de gestão.

Palavras-chave


Comportamento humano. Gestão de pessoas. Formulação de objetivos organizacionais. Human behavior. People management. Organizational objectives formulation.

Texto completo:

PDF


Rev. Psi: Org e Trab R. Eletr. Psico., ISSN 1984-6657, Brasília, Brasil.