Relacionamento interpessoal: da obra de Robert Hinde à gestão de pessoas

Beatriz Ventorini, Agnaldo Garcia

Resumo


Conhecimentos mais profundos sobre a dinâmica dos relacionamentos interpessoais podem ser extremamente relevantes para as organizações. Apesar de pouco explorados na área de administração, os estudos acerca do relacionamento interpessoal podem contribuir para o avanço teórico da gestão organizacional contemporânea e para a formação de profissionais de administração. O objetivo deste artigo é discutir a proposta de Robert Hinde para a organização de uma ciência do relacionamento interpessoal e sua relevância para estudos organizacionais, e tentar estabelecer pontes entre esta abordagem e a área de gestão de pessoas. Este trabalho teórico baseia-se na análise dos segmentos da obra de Hinde dedicados à organização da área de relacionamento interpessoal, de algumas obras clássicas em administração e de uma parcela da produção dos estudos organizacionais contemporâneos voltados para a discussão do relacionamento interpessoal na área de administração. Os conceitos e idéias organizados por Hinde para o estudo dos relacionamentos foram identificados e apresentados, discutindo-se conexões entre a proposta de Hinde e os estudos organizacionais contemporâneos. Sugere-se que a proposta de Hinde é extremamente útil como referencial teórico para orientar pesquisas sobre relações pessoais em administração, assim como para a formação de profissionais da área.

Palavras-chave


Hinde. Relacionamento interpessoal. Gestão de pessoas. Hinde. Personal relationships. Personnel management.

Texto completo:

PDF


Rev. Psi: Org e Trab R. Eletr. Psico., ISSN 1984-6657, Brasília, Brasil.