Percepção da influência no contexto do poder organizacional

Elaine Rabelo Neiva, Maria das Graça Torres da Paz

Resumo


Este estudo considera a distinção entre poder organizacional e influência pessoal e apresenta como objetivos: 1) identificar as configurações de poder de duas organizações públicas; 2) verificar o quanto os indivíduos se percebem como usuários dos sistemas de influência organizacionais e o grau em que se percebem como influenciadores da unidade em que trabalham (autopercepção); 3) verificar o grau em que os indivíduos são percebidos como influenciadores da unidade em que trabalham (hetero-percepção); 4) estabelecer relações entre as variáveis anteriormente citadas e as variáveis demográficas. Foram aplicadas, a 202 funcionários de duas organizações, as escalas de Configuração de Poder Organizacional e de Autopercepção do uso dos sistemas de influência organizacionais e uma escala de Percepção de Influência no setor de trabalho. Os resultados retrataram que as organizações têm configurações semelhantes e que os sujeitos se consideraram exercendo mais influência do que realmente exercem de acordo com a percepção dos colegas.

Palavras-chave


Poder Organizacional. Influência Pessoal. Sistemas de Influência. Auto e Hetero-percepção de Influência. Organizational power. Personal influence. Organizational systems of influence. Perceived influence.

Texto completo:

PDF


Rev. Psi: Org e Trab R. Eletr. Psico., ISSN 1984-6657, Brasília, Brasil.