Histórico do periódico

De 1996 a 1999, a revista publicou um volume por ano. A partir de 2000 a revista, para se ajustar às normas de auxílio do CNPq e também às de avaliação da Capes, passa a ter dois fascículos por ano.

Novas mudanças estruturais aconteceram a partir de janeiro de 2016, com a entrada da revista para a coleção SciELO, quando passa a ter 3 volumes regulares por ano. Além disso, Cadernos de Tradução sempre teve uma política de acolher números especiais e poderá publicar até um fascículo especial por semestre, totalizando de 4 a 5 edições por ano.

A regularidade da revista foi sempre mantida, publicando seus volumes conforme o cronograma programado, sem interrupções. O número e periodicidade de publicações foi ajustado em 2016, atendendo os critérios SciElo, conforme mencionado anteriormente, e passou a ser quadrimestral, com publicação fixa nos meses de janeiro, maio e setembro.