Fascínio e terror: o sagrado

Dora Maria Dutra Bay

Resumo


Este artigo trata da questão da natureza do sagrado a partir da abordagem de Rudolf Otto em sua obra clássica, O Sagrado. Levanta pontos essenciais visando o entendimento claro da idéia central do autor: o sagrado, como um conceito composto e complexo, possuindo intrínsecas relações entre seus elementos irracionais e racionais. O artigo dedica especial atenção à compreensão do numinoso, a essência irracional da religião. Apresenta também um quadro demonstrativo dos componentes do sagrados e suas subdivisões. Destaca a abordagem fenomenológica e compreensiva de acesso ao sagrado, abraçada pelo autor, restabelecendo o valor dos elementos irracionais na idéia de um Deus transcendente. Aponta ainda a relevância do legado de Rudolf Otto para as investigações posteriores sobre teologia, filosofia e história das religiões.

Palavras-chave


Sagrado; Irracional; Racional; Numinoso; Sublime

Texto completo:

PDF


 

Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 3.0 Não Adaptada.

Logotipo do IBICT