Concepção do estado e escolha da metodologia de avaliação de políticas públicas

Erni José Seibel, Carmen Rosario Ortiz G. Gelinski

Resumo


Este artigo tem por objetivo discutir as principais visões sobre o processo de  avaliação de políticas públicas, a partir da percepção que cada uma delas têm sobre as funções do Estado. Para isso, são expostas as percepções sobre o papel do Estado, ligadas ao pensamento neoclássico e ao Welfare State. A partir delas são levantadas as metodologias de avaliação de políticas públicas (gerencialista e não-gerencialista). As reflexões apontam para a necessidade de repensar o papel do Estado diante do grave quadro de necessidades sociais contemporâneas.


Palavras-chave


Concepções de Estado; Políticas públicas; Metodologias de avaliação

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-8951.2012v13n102p119

Direitos autorais 2012 Erni José Seibel, Carmen Rosario Ortiz G. Gelinski

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciada sob uma Licença Creative Commons - Atribuição 3.0 Não Adaptada.

 

Cad. de Pesq. Interdisc. em Ci-s. Hum-s., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1984-8951.