Contribuições para a gestão do patrimônio cultural a partir do estudo das representações sociais

Cibele Piva Ferrari, André de Souza de Lima, Sandra Paschoal Leite de Camargo Guedes

Resumo


O presente artigo apresenta os resultados da pesquisa que buscou, através de um estudo interdisciplinar identificar o patrimônio cultural do Distrito do Saí, em São Francisco do Sul, SC. Através da identificação espacial desse patrimônio pode-se contribuir para a elaboração de políticas públicas direcionadas às potencialidades destacadas para a preservação do mesmo, bem como a integração de todo o patrimônio cultural do município. Essas informações também podem auxiliar a conhecer as relações que a população estabelece com seu patrimônio e também suas potencialidades turísticas. Para entender as representações sociais foram aplicados 300 questionários e realizadas 18 entrevistas orais com a população do município. A partir disso, foram selecionadas 36 unidades patrimoniais as quais foram também mapeadas. A pesquisa resultou na confecção de um acervo cartográfico georreferenciado com a identificação dessas unidades. A identificação desse patrimônio permitirá que ele seja incluído nas atividades da gestão municipal.


Palavras-chave


Patrimônio Cultural; Geoprocessamento; Representações Sociais; São Francisco do Sul; Distrito do Saí

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-8951.2015v16n108p16

Direitos autorais 2016 Cibele Piva Ferrari, André de Souza de Lima, Sandra Paschoal Leite de Camargo Guedes

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciada sob uma Licença Creative Commons - Atribuição 3.0 Não Adaptada.

 

Cad. de Pesq. Interdisc. em Ci-s. Hum-s., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1984-8951.