“Acabou comigo como pessoa” A caracterização da violência doméstica a partir da percepção de mulheres violentadas

Vanessa Machado Martins, Carolina Bunn Bartilotti

Resumo


A presente pesquisa trata da caracterização da violência doméstica a partir da percepção de mulheres violentadas. Para tanto foi desenvolvido um estudo descritivo com quatro mulheres vítimas de violência doméstica da região da grande Florianópolis. Foi possível constatar que o tipo de violência mais citado foi a violência física. As mulheres atribuem o uso de drogas, ciúme, separação e a cultura familiar do agressor como as principais causas da ocorrência de violência doméstica. As consequências físicas mais citadas foram problemas de saúde, fraturas e marcas no corpo; as sociais foram afastamento da família, de amigos e trabalho, julgamento social e vergonha. Entre os danos psicológicos apareceram a mágoa, raiva, medo, rebaixamento de humor, baixa autoestima, intolerância/impaciência, perda de libido. As estratégias de enfrentamento para diminuição da situação de violência foram  pedir auxílio a outrem, defesa, diminuição de convivência com o agressor, separação, ficar quieta e religiosidade.


Palavras-chave


Violência Doméstica; Consequências da Violência doméstica; Relações de Gênero

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-8951.2015v16n108p41

Direitos autorais 2016 Vanessa Machado Martins, Carolina Bunn Bartilotti

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciada sob uma Licença Creative Commons - Atribuição 3.0 Não Adaptada.

 

Cad. de Pesq. Interdisc. em Ci-s. Hum-s., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1984-8951.