A tristeza de ser sociólogo no século XXI

Hector Ricardo Leis

Resumo


O texto analisa as limitações da sociologia para entender as recentes transformações da modernidade. Em particular, interessa especialmente pensar as dificuldades epistemológicas existentes nas raízes teóricas da sociologia para enfrentar as tarefas derivadas da revolução biotecnológica em curso e seus impactos eugênicos sobre a sociedade futura. Argumenta-se que a principal destas tarefas seja uma revisão interdisciplinar das relações entre o conceito de natureza humana e os valores sociais e políticos em vigor. Para melhor compreender o desafio radical da modernidade do século XXI aos valores da modernidade clássica se apresentam duas figuras heurísticas: o dilema da modernidade técnica e a contradição da sociologia.

Palavras-chave


Teoria Social; Modernidade; Natureza Humana; Eugenia

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/2173

Direitos autorais 2000 Hector Ricardo Leis

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciada sob uma Licença Creative Commons - Atribuição 3.0 Não Adaptada.

 

Cad. de Pesq. Interdisc. em Ci-s. Hum-s., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1984-8951.