Adolfo Bioy Casares: Dormir al sol, a ficção biomédica como performance ética

Autores

  • Graciela Ravetti UFMG

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7992.2016v23n1p160

Palavras-chave:

Adolfo Bioy Casares, Ficção Científica, Dormir al sol, Performance Ética

Resumo

Focalizado no romance Dormir al sol (1973), de Adolfo Bioy Casares, este trabalho persegue a produtividade das sugestões heurísticas e éticas contidas em sua obra, tendo como ponto de referência a teoria e a prática do romance de ficção cientíica. Essa heurística literária de Bioy Casares pode ser pensada como uma estética que persegue a representação de uma performance ética dentro da dimensão especulativa própria da ficção científica. Nesse sentido, e para encaminhar a reflexão que procuro aqui, a pergunta é: qual seria a performance ética, no romance, e por que poderia ser assim denominada?

 

Biografia do Autor

Graciela Ravetti, UFMG

Doutorado em Letras (Língua Espanhola e Lit. Espanhola e Hispano-Americ.) pela Universidade de São Paulo, Brasil(1995)
Professor Titular da Universidade Federal de Minas Gerais, Brasil. 

Downloads

Publicado

2016-12-22

Edição

Seção

Artigos