A tradução cultural na literatura latino-americana

Meritxell Hernando Marsal

Resumo


Neste artigo, a partir de noções elaboradas por Antonio Candido, Ángel Rama e Antonio Cornejo Polar, compreende-se a literatura latino-americana como constitutivamente heterogênea, formada por âmbitos culturais distintos e línguas diversas, em comunicação e tensão constante, em que a tradução se revela como um processo chave para entender suas especificidades. Nesse sentido, é apontado o exemplo de escritores, como Guamán Poma de Ayala e José Maria Arguedas, que evidenciam em suas obras os processos de tradução cultural desenvolvidos no interior da literatura latino-americana.


Palavras-chave


Literatura latino-americana; Heterogeneidade; Tradução cultural.

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/29651

Revista Fragmentos, ISSNe 2175-7992, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.