Depressão e loucura no universo caótico de El zorro de arriba y el zorro de abajo

Roseli Barros Cunha

Resumo


Ao escrever El zorro de arriba y el zorro de abajo, José María Arguedas
passava por mais uma crise de depressão. No romance, o autor intercala relatos de sua angústia ao buscar a sanidade e histórias de vida dos habitantes de Chimbote, no Peru. Um desses personagens – o louco Moncada – tenta interpretar e transformar o caos em que vivem proferindo discursos em forma de pregações.


Palavras-chave


Depressão; Loucura; Caos; José María Arguedas; Literatura latino-americana.

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/31951

Revista Fragmentos, ISSNe 2175-7992, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.