Ensino a distância: horizontes para o ensino de línguas estrangeiras

Celso Henrique Soufen Tumolo

Resumo


Neste artigo, resgato a discussão sobre ensino a distância e sua
contribuição para a democratização do ensino superior por meio da ampliação e extensão da oferta de cursos, já que permite enfrentar os problemas das distâncias geográficas e das diferenças sociais. Também caracterizo, de forma breve, os programas de ensino superior a distância de duas universidades catarinenses, a UDESC e a UNISUL, e buscando saber se o ensino a distância atinge seus objetivos, analiso as percepções de uma professora dos programas. Por fim, faço algumas considerações sobre as vantagens da modalidade a distância para o ensino e aprendizagem de língua estrangeira.

Palavras-chave


educação a distância; ensino superior; línguas estrangeiras

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/fragmentos.v30i0.8202

Revista Fragmentos, ISSNe 2175-7992, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.