Tecendo o tupé: um estudo sobre percepção e interpretação ambiental na RDS do Tupé, Manaus-AM

Solange Terezinha de Lima Guimarães, Solange Barros, Jackson Fernando Rêgo

Resumo


 

Temos na Amazônia, além da paisagem rica em biodiversidade uma riqueza de conhecimentos de povos que habitam de modo interativo essas paisagens e fazem delas seu meio de existência. Nosso trabalho tem por objetivo evidenciar os olhares e valores daqueles que habitam esse ambiente, tendo como estudo de caso os moradores da Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Tupé, a oeste da cidade de Manaus-AM. Os estudos de percepção ambiental e geógrafos com orientação humanística apararam nossa perspectiva teórica. Os percursos de investigação foram orientados pela abordagem da pesquisa qualitativa e foram delimitadas estratégias como o trabalho de campo, a observação participante, as entrevistas semi-estruturadas. Os relatos evidenciam a ligação dos moradores do Tupé com esta paisagem: a vida no interior em contato com a natureza, o regime dos rios, a mata, os símbolos como a roça, a pesca, a calma, as festas, as dificuldades ligadas à infra-estrutura. Estas são dimensões materiais e simbólicas indispensáveis para o conhecimento desse lugar.


Palavras-chave


Espaço-lugar; Mundo vivido; Percepção; Homem meio ambiente; Unidade de conservação; Space-place; Lived world; Perception; Environmental man; Conservation unit

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2177-5230.2008v23n45p86

Geosul, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. eISSN 2177-5230

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.