A criação de municípios no front e a formação da elite do agronegócio: faces do uso do território brasileiro

Silvana Cristina da Silva

Resumo


 

Este artigo objetiva mostrar como o processo de criação de novos municípios no front agrícola do território brasileiro, em especial no estado do Mato Grosso, conecta-se ao uso dado a esse subespaço do território. Além disso, este artigo destaca que a dinâmica de criação de fronteiras internas municipais no front está associada à formação de uma nova elite, a elite do agronegócio. Essa elite comanda a parcela técnica do circuito espacial de produção e parte do círculo de cooperação da produção de commodities, utilizando o Estado, em suas diferentes escalas, para manter-se como elite e promover a atividade econômica que domina a região. Isso resulta na existência de uma conformação do uso corporativo do território que, além de atender aos interesses da elite do agronegócio, também atende aos interesses das grandes corporações.


Palavras-chave


Criação de município; Front; Agronegócio; Elite; Uso do território

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2177-5230.2009v24n48p85

Geosul, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. eISSN 2177-5230

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.