Circuitos de fluxos sócioespaciais da indústria têxtil e impactos ambientais em Jardim de Piranhas-RN

Rosalvo Nobre Carneiro, Josiel Alencar Guedes

Resumo


 

Circuitos de fluxos sociais e circuitos espaciais da produção juntos conformam o que Carneiro (2006, 2008 e 2011) chama de circuitos de fluxos sócioespaciais. Foi realizada uma pesquisa de campo na cidade de Jardim de Piranhas no ano de 2008, ocasião em que foram entrevistados empresários de 06 unidades de produção familiar, doméstica e médias e grandes empresas locais, bem como os operários das fábricas. Essas indústrias concentram suas produções na confecção têxtil de panos de prato e produtos substitutos como redes de dormir. Por estarem localizadas, principalmente nas proximidades do rio Piranhas-açú, geram impactos ambientais, resultados das atividades produtivas desta indústria, que se diferenciam conforme as fábricas pertençam aos circuitos de fluxos sócioespaciais inferiores ou aos circuitos de fluxos sócioespaciais superiores secundários.


Palavras-chave


Indústria têxtil; circuitos de fluxos sócioespaciais; impactos ambientais

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2177-5230.2013v28n55p103

Geosul, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. eISSN 2177-5230

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.