Ocupação irregular em áreas de recarga do Aquífero Guarani e vegetação ripária em Lages, SC

Marcelo Mazzolli

Resumo


 

O Aquífero Guarani constitui uma significativa reserva de água subterrânea da América do Sul. No município de Lages, uma extensão considerável das áreas de recarga que constituem o Arenito Botucatu está sob ocupação urbana. Observou-se a existência de ocupação urbana sobre ou próximo às áreas de recarga, ocupação irregular e abertura de rua em área de vegetação ripária protegida (Área de Proteção Permanente), e efluentes domésticos lançados diretamente em corpos d’água. Este estudo indica que a legislação ambiental está sendo abertamente descon­si­derada na área de estudo, mesmo pela gestão municipal. Considerando ser este um estudo de caso, não é de todo improvável que o mesmo problema ocorra em outras áreas urbanas e suburbanas do país.


Palavras-chave


Águas subterrâneas; Vulnerabilidade ambiental; Uso do Solo

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2177-5230.2013v28n55p164

Geosul, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. eISSN 2177-5230

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.