Caracterização Morfológica e Hidrodinâmica de Praias do Estado de Santa Catarina com Vista à Avaliação de Perigo ao Banhista

Autores

  • Raphael Souza Ribeiro Universidade Federal de Santa Catarina
  • Jarbas Bonetti Universidade Federal de Santa Catarina
  • Antonio Henrique da Fontoura Klein Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5007/2177-5230.2015v30n60p49

Palavras-chave:

Segurança de praias, estágio morfodinâmico, altura de quebra de onda.

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar o grau de perigo aos banhistas de 14 praias do litoral de Santa Catarina. Para isso foi utilizada a metodologia aplicada nos planos de segurança nas praias australianos. O método consiste em calcular o grau de perigo com base no estágio morfodinâmico e na altura de quebra da praia. As praias a serem avaliadas foram escolhidas com base no número de ocorrências apontado no registro do corpo de bombeiros do estado. A classificação do estágio morfodinâmico das praias foi realizada com fotografia aérea e imagens de satélite. Os dados de altura de onda foram obtidos da base de dados do projeto SMC Brasil. Dentre as praias analisadas houve o predomínio do estágio intermediário com apenas uma praia refletiva e nenhuma praia dissipativa. Os graus de risco variaram de baixo a moderado nas praias verificadas.

Downloads

Publicado

2015-12-23

Edição

Seção

Artigos