O processo migratório no Ceará: evidências a partir da microrregião do Sertão dos Inhamuns

Autores

  • Cristiane Castro Feitosa Melo Universidade Estadual do Ceará
  • Maria Lucia Brito Cruz Universidade Estadual do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.5007/2177-5230.2016v31n61p201

Resumo

 Este artigo analisa o processo migratório no Estado do Ceará com evidências na microrregião do sertão dos Inhamuns, motivada pelos conflitos territoriais entre duas famílias. A implantação das sesmarias estabeleceu reestruturações espaciais, constituindo novos padrões de organização social, econômica e cultural. Nessa área o fluxo populacional se deu mediante dois processos: o de atração e o de deslocamento. A metodologia consiste em análise espaço-temporal com revisão de literatura e coleta de dados históricos e geográficos. As variáveis utilizadas foram: população, ocupação e uso da terra. As análises indicam que, durante a sua ocupação, a migração interna foi motivada pela apropriação da terra e exploração intensiva dos recursos naturais.  

Biografia do Autor

Cristiane Castro Feitosa Melo, Universidade Estadual do Ceará

Formada em Geografia pela Universidade Estadual do Ceará, Licenciatura e Bacharelado. Especialista em Metodologia em Ensino Fundamental e Médio em História e Geografia pela Universidade Estadual do Ceará, com pesquisa na Educação Ambiental. Mestra em Geologia, Área de Geologia Ambiental pela Universidade Federal do Ceará. Doutoranda em Geografia pela Universidade Estadual do Ceará. Atua nas áreas de Educação Ambiental, Impactos Ambientais, Geografia Física e Humana, e História.

Maria Lucia Brito Cruz, Universidade Estadual do Ceará

Possui graduação em GEOGRAFIA pela Universidade Estadual do Ceará (1986), mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente pela Universidade Federal do Ceará (1998) e doutorado em Geografia pela Universidade Federal de Pernambuco (2010). Atualmente é professora da Universidade Estadual do Ceará. Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Geografia Física, atuando principalmente nos seguintes temas: Recursos Hídricos, Bacia Hidrográfica, Geoprocessamento, Mapeamento e Análise e Monitoramento Ambiental.

Downloads

Publicado

2016-06-22

Edição

Seção

Artigos