Análise da política por pagamento por serviços ambientais como um instrumento para sustentabilidade socioambiental

Gabriel Spínola Garcia Távora, Antonio Soares da Silva, Ana Paula Dias Turetta

Resumo


A mudança do paradigma ambiental mostrou a necessidade de se repensar as práticas de apropriação dos sistemas naturais, e, também, a criação de novos instrumentos que incentivem a preservação desses sistemas. Foi visando justamente à recuperação dos sistemas degradados que surgiram os programas de pagamento por serviços ambientais (PPSA). O objetivo do presente trabalho foi analisar a temática do pagamento por serviços, enquanto uma política ambiental voltada para a promoção da sustentabilidade socioambiental. Ao longo do trabalho, foi feita uma discussão sobre o conceito de desenvolvimento sustentável e como ele implica na política de pagamento por serviços ambientais. Além disso, foi apresentado um panorama dos programas implementados no Brasil. Observa-se que os programas de pagamento por serviços ambientais no Brasil ainda estão se consolidando.

 


Palavras-chave


Serviços ecossistêmicos; Política ambiental; Sustentabilidade; Desenvolvimento sustentável

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2177-5230.2018v33n66p29

Geosul, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. eISSN 2177-5230

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.