O uso da terra e sua influência sobre o volume das águas na Bacia do Rio Biguaçu/SC

Geovano Pedro Hoffmann, Arthur Schmidt Nanni

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/2177-5230.2017v32n63p97

Este estudo teve por objetivo identificar os condicionantes que promovem modificações no volume das águas na bacia hidrográfica do rio Biguaçu/SC em função das alterações no uso e cobertura da terra. A metodologia contemplou o levantamento de dados da precipitação, o mapeamento do uso e cobertura da terra dos anos de 1982 e 2014 e dos atuais canais fluviais retilinizados, bem como a estimativa do escoamento superficial para esta área de estudo sem registros hidrológicos contínuos. Os resultados obtidos demonstram que os condicionantes que promovem esta situação são socionaturais, indicando-se a variabilidade da precipitação associada à restrição da área florestal apenas no médio e alto curso, à ampliação das áreas descobertas e urbanizadas no baixo curso e à criação de trechos fluviais retilinizados. Ao final, são apresentadas recomendações frente ao futuro cenário de expansão da aglomeração urbana da Grande Florianópolis sobre o vale.

 


Palavras-chave


Uso e cobertura da terra; Vazões; Estimativa; Escoamento superficial

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.5007/2177-5230.2017v32n63p97

Geosul, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. eISSN 2177-5230

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.