Violência e insegurança objetiva em pequenas cidades: o tráfico de drogas em faixa de fronteira e o contexto no Norte paranaense

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2177-5230.2021.e72882

Palavras-chave:

Pequenas Cidades, Tráfico de drogas, Violência

Resumo

Era uma vez uma cidade pequena, tranquila e segura em que as portas e as janelas ficavam abertas... representa uma frase simples, mas que parece, cada vez mais, um resquício. O principal objetivo deste artigo é demonstrar como a propagação, sem barreiras e fronteiras, do tráfico ilícito de drogas se articula à economia em redes e atinge as pequenas cidades analogicamente à globalização resulta em violência e insegurança objetiva. Os procedimentos metodológicos foram: levantamento bibliográfico; levantamentos complementares sobre os municípios da região; e elaboração da redação final. Os resultados revelaram que o tráfico de drogas tem grande responsabilidade na violência e na insegurança objetiva em pequenas cidades da faixa de fronteira.

Biografia do Autor

Pedro Henrique Carnevalli Fernandes, Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP).

Doutor em Geografia pela Universidade Estadual de Maringá (UEM).

Docente do Colegiado de Geografia da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP).

Editor Assistente da Revista Geoingá.

Angela Maria Endlich, Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Doutora em Geografia pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) – Campus de Presidente Prudente. Docente do Departamento de Geografia e do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual de Maringá (UEM) e Editora da Revista Geoingá:

Referências

ARANGO, Azucena. La sensación de inseguridad: calles cerradas en Conjuntos Habitacionales periurbanos de la Ciudad de México. Scripta Nova: Revista Eletrónica de Geografia y Ciencias sociales, vol. XVIII, nº 493(54), 2014, p. 1-16.

BELO, Carolina Gabardo. Falta de policiais deixa rodovias estaduais à mercê dos marginais. 04/11/2015. Portal Paraná Tribuna, 2015. Disponível em: <http://www.tribunapr.com.br/noticias/parana/falta-de-policiais-deixa-rodovias-estaduais-a-merce-dos-marginais> acesso em: 1 fev. de 2016.

BEZERRA JÚNIOR, Benilton. Pobreza, agressividade e consumo: três observações sobre a violência no Brasil. FEGHALI, Jandira; MENDES, Candido; LEMGRUBER, Julita (Orgs.). Reflexões sobre a violência urbana: (In)segurança e (Des)esperanças. Rio de Janeiro: Mauad X, 2006, p. 43-59.

BRASIL, Casa Civil. Lei nº 6.634 de 02/05/1979: que dispõe sobre a Faixa de Fronteira. 1979.

BRASIL, Ministério da Integração Nacional. Faixa de Fronteira: Programa de Promoção do Desenvolvimento da Faixa de Fronteira – PDFF. Brasília: 2009.

______. Proposta de reestruturação do Programa de Desenvolvimento da Faixa de Fronteira: base de uma política integrada de desenvolvimento regional para a faixa de fronteira. Brasília: Ministério da Integração Nacional, 2005.

DER-PR, Departamento de Estradas de Rodagem do Estado do Paraná. Rodovias do Paraná. 2015. Disponível em: <http://www.der.pr.gov.br/> acesso em: 30 dez. de 2015.

HAESBAERT, Rogério. Território e multiterritorialidade: um debate. GEOgraphia, v. 9, nº 17, p.19-46, 2007.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo Demográfico. 2010. Disponível em: <http://www.censo2010.ibge.gov.br/resultados_do_censo2010.php> acesso em: 3 mar. de 2015.

MACHADO, Lia Osório. A estratégia nacional de defesa, a Geografia do tráfico de drogas ilícitas e a Bacia Amazônica Sul-Americana. Seminário de Defesa e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia. Rio de Janeiro: Escola de Comando e Estado-Maior do Exército, 2010, p. 99-113.

______. Limites e fronteiras: da alta diplomacia aos circuitos da ilegalidade. Território, Rio de Janeiro, ano V, nº 8, p. 9-29, 2000.

MAROS, Angieli. Quadrilha faz reféns antes e depois de assalto a banco em Curiúva. 19/01/2016. Gazeta do Povo, 2016. Disponível em: <http://www.gazetadopovo.com.br/vida-e-cidadania/quadrilha-faz-refens-antes-e-depois-de-assalto-a-banco-em-curiuva> acesso em: 1 fev. de 2016.

MISSE, Michel. A violência como sujeito difuso. FEGHALI, Jandira; MENDES, Candido; LEMGRUBER, Julita (Orgs.). Reflexões sobre a violência urbana: (In)segurança e (Des)esperanças. Rio de Janeiro: Mauad X, 2006, p. 19-31.

PARANÁ, Governo do. Secretaria da Segurança e Administração Penitenciária. Estatística: homicídios e apreensão de drogas. 2015. Disponível em: <http://www.seguranca.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=38> acesso em: 22 mar. de 2015.

PARANÁ, Governo do. 181 Narcodenúncia: Mapeamento dos resultados contra o narcotráfico realizado pelas polícias Militar, Civil, Federal e Rodoviária Federal. 2016. Disponível em: <http://www3.pr.gov.br/narcodenuncia/relatorios/rel_atendmunic.php?opt=4> acesso em: 27 jan. de 2016.

PCPR, Polícia Civil do Estado do Paraná. A “Rota Caipira do tráfico”. 2010. Disponível em: <http://www.policiacivil.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid

=2872> acesso em: 1 fev. de 2016.

PORTAL DA CIDADE. Com apreensões diárias, PR-323 é uma das rotas mais usadas pelo crime. 04/08/2015. 2015. Disponível em: <http://umuarama.portaldacidade.com/noticia/22403-com-apreensoes-diarias-pr-323-e-uma-das-rotas-mais-usadas-pelo-crime> acesso em: 1 fev. de 2016.

PORTAL G1/PR, Norte e Noroeste. Polícia Rodoviária Federal acha carreta cheia de maconha e faz maior apreensão de 2015 no país. 23/11/2015. 2015. Disponível em: <http://g1.globo.com/pr/norte-noroeste/noticia/2015/11/prf-faz-maior-apreensao-de-drogas-de-2015-em-icaraima-no-parana.html> acesso em: 1 fev. de 2016.

RIBEIRO, Diego; RIEGER, Thomas. Conta atrasada gera corte nos telefones da PM e da SESP. 20/11/2013. Gazeta do Povo, 2013. Disponível em: <http://www.gazetadopovo.com.br/vida-e-cidadania/conta-atrasada-gera-corte-nos-telefones-da-pm-e-da-sesp> acesso em: 9 dez. de 2015.

ROCHA, Andréa Pires. Trajetórias de adolescentes apreendidos como “mulas” do transporte de drogas na região da fronteira (Paraná) Brasil – Paraguai: exploração de força de trabalho e criminalização da pobreza. 396 f. Tese (Doutorado em Serviço Social). Universidade Estadual Paulista, Franca, 2012.

ROCHA, Marcelo. Estradas no Paraná têm um roubo de carga a cada dois dias, diz sindicato. 22/03/2013. Portal Bom Dia Brasil, 2013. Disponível em: <http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2013/03/estradas-no-parana-tem-um-roubo-de-carga-cada-dois-dias-diz-sindicato.html> acesso em: 1 fev. de 2016.

TEIXEIRA, Maria Cecília Sanches; PORTO, Maria do Rosário Silveira. Violência, insegurança e imaginário do medo. Caderno Cedes, Campinas, v. 19, n. 47, p. 51-66, dez., 1998.

Downloads

Publicado

2021-04-08

Edição

Seção

Artigos