Impactos econômicos, sociais e ambientais do PRONAF no Brasil: uma revisão sistemática da literatura

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2177-5230.2021.e77416

Palavras-chave:

Agricultura familiar, Financiamentos agropecuários, Política de crédito

Resumo

O estudo analisa o quantitativo de publicações científicas relacionadas aos impactos do PRONAF na agricultura familiar no Brasil, de modo a identificar quais são as principais abordagens dentro desta temática e apontar eventuais lacunas de pesquisa. Para tal finalidade, foi realizada uma revisão sistemática da literatura no período de 2000 a 2020. A pesquisa catalogou 58 artigos e entre os principais resultados destacam-se o nível de abrangência do PRONAF, melhorias no setor produtivo e promoção do desenvolvimento regional. Já os maiores desafios encontram-se na elevada concentração dos recursos, processos burocráticos, participação pouco efetiva de grupos marginalizados, baixa qualidade da assistência técnica, comoditização da produção e a pouca ênfase dada às questões ambientais.

Biografia do Autor

Carina Chagas Madeira de Souza, Universidade Federal Rural da Amazônia - UFRA

Engenheira Agrônoma, Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Agronomia (PGAGRO) da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA)

Fabrício Khoury Rebello, Universidade Federal Rural da Amazônia - UFRA

Economista, Doutor, Professor do Programa de Pós-Graduação em Agronomia (PGAGRO) da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA)

Marcos Antônio Souza dos Santos, Universidade Federal Rural da Amazônia - UFRA

Engenheiro Agrônomo, Doutor, Professor do Programa de Pós-Graduação em Agronomia (PGAGRO) da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA)

Referências

ABREU, T. L. O Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar no estado da Paraíba: avanços e desafios. Revista Principia - Divulgação Científica e Tecnológica do IFPB, n. 35, p. 125–138, 2017.

ALVES, S. V.; MARTINS, D. D. S.; OLIVEIRA, J. S.; NÓBREGA, A. L. As políticas de convivência com a seca: uma análise da implementação do PRONAF no município de Catolé do Rocha-PB. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, v. 9, n. 5, 2014.

AMORIM, F. R. DE; ELIZIÁRIO, R. DE O.; TERRA, L. A. A. O grau de inadimplência do Pronaf no assentamento de reforma agrária de Ibitiúva no município de Pitangueiras-SP. Revista Brasileira de Agropecuária Sustentável, v. 4, n. 1, p. 53–62, 2014.

ANJOS, F. S. DOS.; GODOY, W. I.; CALDAS, N. V.; GOMES, M. C. Agricultura familiar e políticas públicas: impacto do PRONAF no Rio Grande do Sul. Revista de Economia e Sociologia Rural, v. 42, n. 3, p. 529–548, 2004.

ANTUNES, R. L.; CAMARA, M. R. G.; NASCIMENTO, S. P.; SEREIA, V. J.; ANHESINI, J. A. R. Programa nacional de crédito da agricultura familiar e impactos nas economias locais no estado do Paraná. Economia & Região, v. 1, n. 1, p. 69–90, 2013.

ARAUJO, J. A.; VIEIRA FILHO, J. E. R. Análise dos impactos do Pronaf na agricultura do Brasil no período de 2007 a 2016. Rio de Janeiro: (IPEA), 2018.

ARAÚJO, J. G.; SANTOS, M. A. S.; REBELLO, F. K.; OLIVEIRA, C. M.; COSTA, A. D. Crédito rural para aquicultura: uma análise do Fundo Constitucional de Financiamento do Norte no estado do Pará. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental Santa Maria, v. 19, n. 3, set-dez. 2015, p. 553-562.

ARAÚJO, J. G.; SANTOS, M. A. S.; REBELLO, F. K.; OLIVEIRA, C. M.; COSTA, A. D. Crédito rural para aquicultura: uma análise do Fundo Constitucional de Financiamento do Norte no estado do Pará. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental Santa Maria, v. 19, n. 3, set-dez. 2015, p. 553-562.

AVELAR, F. M.; STAMM, C. Agricultura familiar: efeitos do PRONAF na região Oeste do Paraná. Geosul, v. 34, n. 72, p. 359–394, 2019.

AZEVEDO, F. F.; PESSÔA, V. L. S. O Programa nacional de fortalecimento da agricultura familiar no Brasil: uma análise sobre a distribuição regional e setorial dos recursos. Sociedade & Natureza, v. 23, n. 3, p. 483–496, 2011.

BANCO CENTRAL DO BRASIL (BCB). Matriz de Dados do Crédito Rural. Disponível em: https://www.bcb.gov.br/. Acesso em: 30 ago. 2020.

BANCO DO NORDESTE DO BRASIL (BNB). Grupos e linhas de crédito PRONAF – Quadro resumo (plano safra 2019/2020). Disponível em: https://www.bnb.gov.br/documents/165130/228956/PRONAF_PLANO_SAFRA_2019-2020_TABELA_GRUPOS.pdf/23c356e6-7545-ce72-5cfa-2e4bd5a3a58c. Acesso em: 20 ago. 2020.

BARROS, J. R. M. Política e Desenvolvimento Agrícola no Brasil. In: VEIGA, A. (Ed.). Ensaios sobre política agrícola brasileira. 1. ed. São Paulo: Secretaria da Agricultura, 1979. p. 294.

BATISTA, H. R.; NEDER, H. D. Efeitos do Pronaf sobre a pobreza rural no Brasil (2001-2009). Revista de Economia e Sociologia Rural, v. 52, n. 1, p. 147–166, 2014.

BELTRAME, G.; PEREIRA, B. A. D. Impactos socioeconômicos ocasionados pelo PRONAF para o Desenvolvimento da Agricultura Familiar. Desenvolvimento em Questão, v. 15, n. 38, p. 87–107, 2017.

BIANCHINI, V. Vinte Anos do PRONAF, 1995-2015: avanços e Desafios. Brasília: SAF/ MDA, 2015.

BORGES, G. G.; SILVA, M. DO C. L. DA; COUTINHO, E. M. DE C. Análise da importância do Pronaf para os agricultores familiares. Revista Expressão Católica, v. 7, n. 1, p. 20–26, 2018.

BRASIL. Ministério do Desenvolvimento Agrário: 12 anos de transformações, lutas e conquistas. Brasília: Editora Ideal, 2015.

CAPELESSO, A. J.; CAZELLA, A. A. Os Sistemas de Financiamento na Pesca Artesanal: um estudo de caso no. Revista de Economia e Sociologia Rural, v. 51, n. 2, p. 275–294, 2013.

CARMO, J. G. DO; CLEMENTE, E. C. A contribuição do Pronaf para o desenvolvimento rural: uma análise dos seus efeitos e desdobramentos para os assentados rurais nos municípios de Teodoro Sampaio e Caiuá-SP. Revista Tamoios, v. 14, n. 1, p. 31–50, 2018.

CASTRO, P. R. V. Do Estado ao Mercado: a trajetória do crédito rural brasileiro e as diversas fontes de financiamento, período colonial ao século XXI. Informações Econômicas, v. 47, n. 3, p. 40–49, 2017.

CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO (CNPQ). Censo 2016 – Distribuição dos pesquisadores segundo a região geográfica. Disponível em: http://lattes.cnpq.br/web/dgp/por-regiao1. Acesso em: 30 ago. 2020.

CONTERATO, M. A.; BRÁZ, C. A. O processo de especialização produtiva dos agricultores familiares da Zona Sul do Rio Grande do Sul através do Pronaf-custeio. Redes, v. 24, n. 3, p. 12–34, 2019.

CORCIOLI, G. Evolução do Pronaf no Estado de Goiás: tendência de concentração de investimentos em atividades pecuárias tradicionais. Boletim Goiano de Geografia, v. 39, p. 1–21, 2019.

CORRÊA, V. P.; SILVA, F. F. Análise das Liberações Recentes de Recursos do Pronaf: Uma Mudança na Lógica de Distribuição? Revista Econômica do Nordeste, v. 38, n. 1, p. 48–66, 2007.

COSTA, F. A.; ANDRADE, W. D. C. Instituições e dinâmica dependente de trajetória na Amazônia: as políticas para arranjos produtivos locais no Pará. Amazônia: Ciência e Desenvolvimento, v. 6, n. 1, p. 145-177, 2010.

CRONIN, P.; RYAN, F.; COUGHLAN, M. Undertaking a literature review: a step-by-step approach. British Journal of Nursing, v. 17, n. 1, p. 38–43, 2008.

DAMASCENO, N. P.; KHAN, A. S.; LIMA, P. V. P. S. O impacto do Pronaf sobre a sustentabilidade da agricultura familiar, geração de emprego e renda no Estado do Ceará. Revista de Economia e Sociologia Rural, v. 49, n. 1, p. 129–156, 2011.

DE SOUZA, P. M.; NEY, M. G.; PONCIANO, N. J. Evolução da distribuição dos financiamentos do PRONAF entre as unidades da federação, no período de 1999 a 2009. Revista Brasileira de Economia, v. 65, n. 3, p. 303–313, 2011.

DIAS, G. M. DE O.; AGUIAR, L. M. B. DE. Pronaf: Agricultura Familiar Camponesa, Desenvolvimento Territorial Rural e Multifuncionalidade em São João Del-Rei/MG. Revista Geográfica Acadêmica, v. 10, n. 2, p. 138–153, 2016.

ELY, R. A.; PARFITT, R.; CARRARO, A.; RIBEIRO, F. G. Rural credit and the time allocation of agricultural households: The case of PRONAF in Brazil. Review of Development Economics, v. 23, n. 4, p. 1863–1890, 2019.

FERREIRA, G. A. L. As políticas setoriais para a agricultura familiar: uma avaliação do Pronaf. RA’E GA - O Espaco Geográfico em Análise, n. 11, p. 77–88, 2006.

FOSSÁ, J. L.; COMERLATTO, D.; MATTEI, L. F. O Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (PRONAF) na percepção de agricultores familiares. Revista Brasileira de Planejamento e Desenvolvimento, v. 7, n. 5, p. 670–693, 2018.

GARCIA, M. D. O.; CASTRO, E. R. DE; TEIXEIRA, E. C. Eficácia do Pronaf-crédito no município de São Miguel do Anta/MG. Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional, v. 4, n. 2, p. 154–173, 2008.

GAZOLLA, M.; SCHNEIDER, S. Qual “fortalecimento” da agricultura familiar? Uma análise do Pronaf crédito de custeio e investimento no rio grande do sul. Revista de Economia e Sociologia Rural, v. 51, n. 1, p. 45–68, 2013.

GODOI, T. G.; BÚRIGO, F. L.; CAZELLA, A. A. A sustentabilidade dos financiamentos do PRONAF para a agricultura familiar. Desenvolvimento e Meio Ambiente, v. 38, p. 637–661, 2016.

GRISA, C.; SCHNEIDER, S. Três gerações de políticas públicas para a agricultura familiar e formas de interação entre sociedade e estado no Brasil. Revista de Economia e Sociologia Rural, v. 52, p. 125–146, 2014.

GRISA, C.; WESZ JUNIOR, V. J.; BUCHWEITZ, V. D. Revisitando o Pronaf: Velhos questionamentos, novas interpretações. Revista de Economia e Sociologia Rural, v. 52, n. 2, p. 323–346, 2014.

GRZYBOWSKI, C.; MOTTA, E.; PINTO, J. R. L.; MATTEI, L.; MÉLLO, L.; CERQUEIRA, L.; TIBAU, M.; DELGADO, N. G.; SOARES, S. Relatório Pronaf: Resultados da Etapa Paraná. Rio de Janeiro: 2006.

GUANZIROLI, C. E. PRONAF dez anos depois: Resultados e perspectivas para o desenvolvimento rural. Revista de Economia e Sociologia Rural, v. 45, n. 2, p. 301–328, 2007.

GUEDES, A. A. A.; CARVALHO, D. M. DE. Percepção dos agricultores familiares de Garanhuns-PE quanto a possíveis dificuldades de acesso ao PRONAF-B. Revista Econômica do Nordeste, v. 47, n. 3, p. 15–30, 2016.

GUEDES, A. A. A.; DE CARVALHO, D. M. Dificuldades e gargalos de acesso ao PRONAF B em Garanhuns - PE. Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional, v. 13, n. 3, p. 200–222, 2017.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Censo Agropecuário 2017. Disponível em: https://sidra.ibge.gov.br/pesquisa/censo-agropecuario/censoagropecuario-2017. Acesso em: 15 ago. 2020.

INSTITUTO DE PESQUISAS ECONÔMICAS APLICADAS (IPEA). Índice geral de preços - disponibilidade interna (IGP-DI) - Geral. Disponível em: http://www.ipeadata.gov.br/Default.aspx. Acesso em: 15 ago. 2020.

MAGALHÃES, A. M.; SILVEIRA NETO, R.; DIAS, F. M.; BARROS, A. R. A experiência recente do PRONAF em Pernambuco: uma análise por meio de propensity score. Economia Aplicada, v. 10, n. 1, p. 57–74, 2006.

MAGALHÃES, R. M. A política de apoio à agricultura familiar na conservação da biodiversidade no Brasil. Desenvolvimento e Meio Ambiente, n. 21, p. 89–101, 2010.

MAGELLA, M. S.; SILVA, W. E. DA. A utilização dos recursos do Programa Nacional Para o Fortalecimento da Agricultura Familiar no município de Mogi das Cruzes. Revista Eniac Pesquisa, v. 8, n. 2, p. 238–253, 2019.

MAIA, A. G.; EUSÉBIO, G. DOS S.; AZEVEDO, A. A. O acesso aos recursos do PRONAF e diferenciais socioeconômicos de assentados na Amazônia Legal. Amazônia: Ciência e Desenvolvimento, v. 9, n. 18, p. 7–23, 2014.

MALHEIROS, M. A. D. C.; HÖFLER, C. E.; PIVOTTO, B. R.; WARMBIER, B. G. A influência do PRONAF na economia regional e na geração de renda em pequenas propriedades rurais. Revista GESTO, v. 3, n. 2, p. 1–13, 2015.

MARIONI, L. DA S.; VALE, V. A.; PEROBELLI, F. S.; FREGUGLIA, R. S. Uma aplicação de regressão quantílica para dados em painel do PIB e do PRONAF. Revista de Economia e Sociologia Rural, v. 54, n. 2, p. 221–242, 2016.

MATTEI, L. Evolução do crédito do PRONAF para as categorias de agricultores familiares A e A/C entre 2000 e 2010. Revista Econômica do Nordeste, v. 45, n. 2014, p. 58–69, 2014.

MATTEI, L. Impactos do PRONAF: análise de indicadores. Brasília: NEAD Estudos, 2005.

MATTEI, L. Políticas de Apoio ao Desenvolvimento da Agricultura Familiar no Brasil: o caso recente do PRONAF. Revista Econômica do Nordeste, v. 38, n. 1, p. 143–158, 2007.

MATTEI, L. PRONAF 10 anos: Mapa da Produção Acadêmica. Brasília: NEAD Estudos, 2006.

MEDEIROS, H. R. DE; GUIMARÃES, V. P.; HOLANDA JÚNIOR, E. V. The use of linear programming to evaluate the impact of credit for investiments in small goat farms. Tropical and Subtropical Agroecosystems, v. 11, p. 7–11, 2009.

MIRANDA, D. L. R.; GOMES, B. M. A. Programa nacional de fortalecimento da agricultura familiar: trajetórias e desafios no Vale do Ribeira, Brasil. Sociedade & Natureza, v. 28, n. 3, p. 397–408, 2016.

MOREIRA, V. DE S.; SILVEIRA, S. DE F. R.; MOTTER, K. Z. Avaliação de impacto do PRONAF B sobre a satisfação de agricultores familiares em municípios de Minas Gerais. Estudos Sociedade e Agricultura, v. 22, n. 2, p. 1–17, 2014.

OLIVEIRA, G. R.; ARAÚJO, F. M. DE; QUEIROZ, C. C. DE. A importância da assistência técnica e extensão rural (Ater) e do crédito rural para a agricultura familiar em Goiás. Boletim Goiano de Geografia, v. 37, n. 3, p. 528–551, 2017.

OLIVEIRA, R. A. DE; BUENO, L. R. O impacto do financiamento do PRONAF sobre indicadores agrícolas nas lavouras do Estado do Paraná: uma análise de dados em painel. Redes, v. 24, n. 1, p. 292–309, 2019.

PEREIRA, E. L.; NASCIMENTO, J. S. Efeitos do PRONAF sobre a produção agrícola familiar dos municípios tocantinenses. Revista de Economia e Sociologia Rural, v. 52, n. 1, p. 139–156, 2014.

PIRES, M. J. DE S. Um estudo da estrutura e evolução do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (PRONAF): 2000 a 2010. Revista Econômica do Nordeste, v. 45, p. 97–110, 2014.

RAMOS, S. Y.; MARTHA JUNIOR, G. B. Evolução da Política de Crédito Rural Brasileira. Documentos, 292. Planaltina-DF: Embrapa Cerrados, 2010.

RESENDE, C. M.; MAFRA, R. L. M. Desenvolvimento rural e reconhecimento: Tensões e dilemas envolvendo o PRONAF. Revista de Economia e Sociologia Rural, v. 54, n. 2, p. 261–280, 2016.

REVISTA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL. Disponível em: https://www.revistasober.org/. Acesso em: 15 ago. 2020.

RODRIGUES, G. M. O PRONAF na Zona da Mata Mineira: Efeitos nos PIBs total e setorial dos municípios. Revista de Economia e Sociologia Rural, v. 57, n. 1, p. 30–47, 2019.

SARON, F. DE A.; HESPANHOL, A. N. O PRONAF e as políticas de desenvolvimento rural no Brasil: o desafio da (re)construção das políticas de apoio à agricultura familiar. Geo UERJ, v. 2, n. 23, p. 656–683, 2012.

SARTOR, M. J.; CAMARA, M. R. G.; NASCIMENTO, S. P.; SATO, S. T. Contribuição do PRONAF para o crescimento das economias locais: Uma análise para o Brasil e Regiões. Economia & Região, v. 2, n. 1, p. 7–27, 2014.

SCHNEIDER, S.; MATTEI, L.; CAZELLA, A. A. Histórico, caracterização e dinâmica recente do PRONAF – Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar. In: SCHNEIDER, S.; SILVA, M. K.; MARQUES, P. E. M. (Eds.). Políticas Públicas e Participação Social no Brasil Rural. Porto Alegre: 2004. p. 21–50.

SILVA, E. L. DA; MENEZES, E. M. Metodologia da Pesquisa e Elaboração de Dissertação. 3. ed. Florianópolis: Laboratório de Ensino a Distância da UFSC, 2001.

SILVA, K. M. D.; SANTIAGO, W. P.; ARAUJO, C. A. L.; FEITOSA, M. N.; SILVA, R. S.; ARAUJO, M. P. S. N. Desenvolvimento na concepção seniana: utopia ou realidade no sertão mineiro? Espacios, v. 34, n. 8, p. 15, 2013.

SILVA, S. P. Políticas públicas, agricultura familiar e desenvolvimento territorial: uma análise dos impactos socioeconômicos do PRONAF no Território Médio Jequitinhonha – MG. Texto para discussão nº 1693. Brasília: (IPEA), 2012.

SILVA, S. P.; ALVES FILHO, E. Impactos Econômicos do PRONAF em Territórios Rurais: Um Estudo para o Médio Jequitinhonha – MG. Revista Econômica do Nordeste, v. 40, n. 3, p. 481–498, 2009.

SOUZA, P. C.; HESPANHOL, A. N. O papel exercido pelo PRONAF em municípios de pequeno porte no Oeste Paulista. Geo UERJ, n. 28, p. 381–409, 2016.

SOUZA, P. M. DE; BARBÉ, L. DA C. Desigualdades regionais na distribuição dos financiamentos do PRONAF: uma análise do período de 1998 a 2012. Revista Econômica do Nordeste, v. 45, p. 37–50, 2014.

SOUZA, P. M. DE; NEY, M. G.; PONCIANO, N. J. Análise da distribuição dos financiamentos rurais entre os estabelecimentos agropecuários brasileiros. Revista de Economia e Sociologia Rural, v. 53, n. 2, p. 251–270, 2015.

SOUZA, P. M. DE; PONCIANO, N. J.; NEY, M. G.; FORNAZIER, A. Análise da evolução do valor dos financiamentos do PRONAF-Crédito (1999 a 2010): Número, valor médio e localização geográfica dos contratos. Revista de Economia e Sociologia Rural, v. 51, n. 2, p. 237–254, 2013.

SPANEVELLO, R. M.; MATTE, A.; BOSCARDIN, M. Crédito rural na perspectiva das mulheres trabalhadoras rurais da agricultura familiar: uma análise do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (PRONAF). Polis (Santiago), v. 44, p. 1–18, 2016.

SPOLADOR, H. F. S. Reflexões sobre a experiência brasileira de financiamento da agricultura. 2001. Dissertação (Mestrado em Ciências) – Instituto de Economia Aplicada, Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Piracicaba-SP.

TAGORE, M. D. P. B.; CANTO, O. DO; SOBRINHO, M. V. Políticas públicas e riscos ambientais em áreas de várzea na Amazônia: o caso do PRONAF para produção do açaí. Desenvolvimento e Meio Ambiente, v. 45, p. 194–214, 2018.

TRENTIN, I. C. L. Programa Nacional de Fortalecimiento de la Agricultura familiar: Promoción de la Agricultura Familiar o Agronegocio en Brasil? Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, v. 14, n. 4, p. 554–561, 2019.

TURA, Letícia Rangel; COSTA, Francisco de Assis (Org.). Campesinato e Estado na Amazônia: impactos do FNO no Pará. Brasília: Brasília Jurídica, 2000.

WESZ JUNIOR, V. J. Política Pública de Agroindustrialização na Agricultura Familiar: Uma Análise do PRONAF-agroindústria. Revista de Economia e Sociologia Rural, v. 48, n. 4, p. 567–596, 2010.

Downloads

Publicado

2021-12-13