Olavo Bilac, cronista dos tempos modernos

Autores

  • Marta Eymael Garcia Scherer UFSC

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7917.2009v14n2p88

Palavras-chave:

Olavo Bilac, crônica, modernidade

Resumo

Este artigo pretende lançar ao debate o papel de Olavo Bilac como cronista moderno, apontando como sua escrita e postura fizeram do ‘poeta das estrelas’ um jornalista das calçadas. Através de seus textos em crônica é possível vislumbrar o impacto que a modernização e os ideais de modernidade, tal como apreendidas e apresentadas por Olavo Bilac, produziram na sociedade e no imaginário daquelas gentes que viviam o limiar entre os séculos XIX e XX. Demonstrar a mentalidade e a escrita modernas de Olavo Bilac é objetivo deste artigo, que busca pensar sobre transformações relativas à vida urbana e aos meios de comunicação com a chegada dos ‘tempos modernos’ ao país.

Biografia do Autor

Marta Eymael Garcia Scherer, UFSC

Doutoranda em Teoria Literária e Mestre em Literatura Brasileira pela Universidade Federal de Santa Catarina, é bacharel em Comunicação Social - habilitação Jornalismo - também pela Federal de Santa Catarina. Atualmente bolsista CNPq, é professora licenciada do corpo docente da Universidade do Sul de Santa Catarina, no Curso de Comunicação Social, Jornalismo.

Downloads

Publicado

2009-12-04

Como Citar

SCHERER, M. E. G. Olavo Bilac, cronista dos tempos modernos. Anuário de Literatura, [S. l.], v. 14, n. 2, p. 88-105, 2009. DOI: 10.5007/2175-7917.2009v14n2p88. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/literatura/article/view/2175-7917.2009v14n2p88. Acesso em: 1 dez. 2020.

Edição

Seção

Artigos