A ruína da casa e a decomposição da família

Autores

  • Kelly dos Santos Moreira
  • Rita Felix Fortes UNIOESTE

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7917.2011v16n1p85

Palavras-chave:

Literatura Brasileira, Crítica Literária

Resumo

O presente estudo objetiva analisar a relação entre a ruína da casa e a decomposição da família Meneses, no romance Crônica da casa assassinada, publicado por Lúcio Cardoso em 1959. A tragédia da família Meneses ocorre pelo fato de eles não tentarem realizar a passagem de família patriarcal, para família moderna burguesa. Portanto, não conseguem se adaptar ao seu tempo histórico, o que causa o seu fim. Para fundamentar esta análise serão utilizados os postulados de Gilberto Freyre (2000), Antônio Candido (1951) e Mariza Corrêa (1994).

 

Biografia do Autor

Kelly dos Santos Moreira

Mestre em Letras pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná - Março 2011

Rita Felix Fortes, UNIOESTE

Pós-Doutora em Literatura Comparada pela Universidade Estadual do Rio Grande do Sul.

Downloads

Publicado

2011-06-30

Como Citar

MOREIRA, K. dos S.; FORTES, R. F. A ruína da casa e a decomposição da família. Anuário de Literatura, [S. l.], v. 16, n. 1, p. 85-98, 2011. DOI: 10.5007/2175-7917.2011v16n1p85. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/literatura/article/view/2175-7917.2011v16n1p85. Acesso em: 27 out. 2020.

Edição

Seção

Artigos