Literatura, cinema e história em "Hiroshima mon amour"

Autores

  • Nismária Alves David Barros Universidade Estadual de Goiás (UEG) - Unidade Universitária de Pires do Rio www.ueg.br
  • Lydia Christina Ferreira Rezende de Medeiros Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação (CEPAE) da Universidade Federal de Goiás (UFG). www.ufg.br

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7917.2013v18n1p97

Palavras-chave:

Cinema, Literatura, História, Duras, Resnais

Resumo

Este artigo analisa as obras homônimas Hiroshima Mon Amour, longa-metragem realizado por Alain Resnais (1959) e ciné-roman de Marguerite Duras (1960). Considerando a perspectiva teórica de Jeanne-Marie Clerc (2004), entende-se que a literatura e o cinema são meios de expressão que não estabelecem relações de subordinação ou de concorrência, mas sim de complementaridade, realizando trocas mútuas fundamentais para suas renovações. Mais que um documentário sobre a tragédia atômica de Hiroshima, ao conjugar fatos históricos, narrativa literária e técnicas cinematográficas, tanto o ciné-roman quanto o filme expõem uma postura revolucionária da forma artística para expressar uma visão crítica sobre o mundo conturbado pela guerra, visto que é criada uma história de amor e de perda, colocando a angústia do indivíduo no cerne do enredo. Por meio do retorno ao passado e com o emprego de uma linguagem lírica, revelam os dramas da protagonista e, consequentemente, da humanidade, levando o receptor à reflexão de sua própria condição.

Biografia do Autor

Nismária Alves David Barros, Universidade Estadual de Goiás (UEG) - Unidade Universitária de Pires do Rio www.ueg.br

Doutora em Letras e Linguística pela Universidade Federal de Goiás (UFG) e Professora de Literatura no Curso de Letras da Unidade Universitaria de Pires do Rio da Universidade Estadual de Goiás (UEG).

Lydia Christina Ferreira Rezende de Medeiros, Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação (CEPAE) da Universidade Federal de Goiás (UFG). www.ufg.br

Mestre em Filosofia pela Universidade Federal de Goiás (UFG) e Professora de Língua e Literatura Francesa do Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada à Educação (CEPAE) da Universidade Federal de Goiás (UFG).

Downloads

Publicado

2013-06-07

Como Citar

BARROS, N. A. D.; MEDEIROS, L. C. F. R. de. Literatura, cinema e história em "Hiroshima mon amour". Anuário de Literatura, [S. l.], v. 18, n. 1, p. 97-112, 2013. DOI: 10.5007/2175-7917.2013v18n1p97. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/literatura/article/view/2175-7917.2013v18n1p97. Acesso em: 5 dez. 2020.

Edição

Seção

Literatura e Cinema