“Um Casebook sobre a Humanidade”: o uso de Shakespeare por Faulkner

Robert Wayne Hamblin

Resumo


O texto discute as referências à obra do dramaturgo inglês William Shakespeare presentes na obra do romancista norte-americano William Faulkner. Para tanto, utiliza-se de três exemplos representativos, os quais são agrupados de acordo com as seguintes categorias: 1) alusões específicas de Faulkner às personagens e peças de Shakespeare; 2) a presença de um interesse comum em analogias históricas; 3) e uma ênfase no tema da imortalidade da arte que perpassa as suas obras. A análise percorre diversas obras de cada um dos autores como forma de elucidação dos três modos de referência estabelecidos pelos eixos mencionados anteriormente. Descobre-se que as alusões explícitas são mais complexas do que uma simples menção, que o modo de apropriação das fontes históricas na obra de cada um desses autores possui objetivos bastante afinados com a crítica de seus contextos imediatos e que a temática da imortalidade da arte vai além de um motivo artístico, constituindo-se na ambição mais íntima de suas obras.


Palavras-chave


Faulkner; Shakespeare; Intertextualidade

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7917.2017v22n1p83

Direitos autorais 2017 Robert Wayne Hamblin, Lucas da Silva Lopes [tradução]

Rev. Anu. Lit. Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis. Santa Catarina. Brasil. ISSNe 2175-7917

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.